Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Santos novamente!

Almanaque da Bola #466
João Nassif
Por João Nassif 01/11/2019 - 10:30

A Taça Libertadores da América de 1963 foi a quarta edição do torneio sendo que das três edições anteriores duas foram vencidas pelo Peñarol do Uruguai e uma, a anterior pelo Santos.

A edição de 1963 foi disputada por nove clubes, campeões nacionais dos países filiados à CONMEBOL, exceção à Bolívia e Venezuela que não tiveram representantes. Do Brasil foram dois clubes na competição, o Santos campeão da Libertadores de 1962 e o Botafogo, vice-campeão da Copa do Brasil de 1962.

Final da Libertadores 1963

Na primeira fase oito clubes foram divididos em três grupos, dois grupos com três equipes e um com duas. Jogaram pelo Grupo 1 o Botafogo, o Alianza Lima do Peru e o Millonarios da Colômbia. O Botafogo terminou na primeira colocação.

Pelo Grupo 2 com apenas dois times o Peñarol superou o Everest do Equador. E pelo Grupo 3 o Boca Juniors foi o primeiro, o Olimpia do Paraguai o segundo e o terceiro a Universidad de Chile.

Numa das semifinais o Boca Juniors superou o Peñarol com duas vitórias, por 2x1 em Montevideo e 1x0 na Bombonera.

Na outra semifinal o Santos se classificou depois de empatar com o Botafogo em 1x1 no Pacaembu e golear por 4x0 no Maracanã.

A decisão começou no dia 04 de setembro com o Santos derrotando o Boca Juniors por 3x2 jogando no Maracanã perante 63 mil torcedores. O jogo de volta foi no dia 11 de setembro na Bombonera e o Santos venceu por 2x1 conquistando o bicampeonato da Libertadores.

Com o título o Santos se credenciou para disputar a Copa Intercontinental de 1963 contra o Milan, campeão da Taça dos Clubes Campeões da Europa.
  

4oito

Deixe seu comentário