Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
CORONAVÍRUS - Saiba mais aqui
* as opiniões expressas neste espaço não representam, necessariamente, a opinião do 4oito

QUESTÃO DE DNA

Criciúma na semifinal do catarinense
João Nassif
Por João Nassif 30/07/2020 - 20:59

A diferença entre Criciúma e Marcílio Dias começa e termina pelo DNA de ambos. Historicamente fizeram grandes confrontos e desde que o Criciúma se tornou grande em Santa Catarina tem mostrado que é muito superior quando disputam jogos decisivos. 

Podem procurar na história e certamente não encontrarão muitas desclassificações do Criciúma. Inclusive o histórico do confronto mostra que o Criciúma tem mais que o dobro de vitórias sobre o Marcílio Dias, 67 contra 32, além dos 44 empates.

A disputa decisiva nas quartas de final deste campeonato escancara a diferença dos DNA’s. O Marcílio Dias fez uma primeira fase melhor, por isso foi o quarto colocado contra o Criciúma que ficou em quinto. No jogo da primeira fase houve empate em 1x1 no Heriberto Hülse. Foram para as quartas de final depois de quase quatro meses de paralisação e novamente em Criciúma os times empataram em 0x0, inclusive com um gol do Marcílio anulado irregularmente. 

E finalmente a decisão para o vencedor alcançar as semifinais do catarinense-2020. Quase duas semanas após o primeiro jogo o time de Itajaí derreteu. Sem criação, com imensos erros individuais, inclusive um deles ofereceu o gol da vitória ao Criciúma.

É aquela história, podem contestar, mas com todo respeito ao Marcílio Dias, a diferença entre história e camisa é muito grande. Depois de ter feito um bom jogo na primeira partida na hora de ganhar a vaga o time sucumbiu, jogando até um pênalti para fora.

uma decisão que prenunciava um equilibrada o DNA mais forte fez a diferença e colocou o Criciúma na semifinal.  
 

4oito

Deixe seu comentário