Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

PRESTA ATENÇÃO!!!

Minha coluna de hoje em A TRIBUNA
João Nassif
Por João Nassif 04/02/2019 - 07:35

Vale a pena ficar discutindo o time do Criciúma? Peço desculpas por ter acreditado que poderia haver evolução desde o início e que hoje o Criciúma estaria numa situação mais confortável com boa campanha e sinalizando a possibilidade de classificação. O aproveitamento de 33% depois de seis rodadas é uma simples repetição dos últimos anos quando ao invés de confirmar seu favoritismo o vexame das campanhas tem sido a constante que cada vez mais escancara a falta de capacidade dos gestores em fazer um time compatível com a história do clube. Então, ou faz time ou ficará a vida toda sempre apanhando contra adversários de todos os níveis. 

PÉ NO FREIO
A campanha do Figueirense no campeonato deu uma freada depois de um início fulminante com quatro vitórias em quatro jogos. Os empates nas duas últimas rodadas, mesmo que ainda em primeiro tem companhia na pontuação, sendo líder apenas nos critérios de desempate. A Chapecoense chegou junto e o confronto entre os dois na oitava rodada na Arena Condá irá definir a liderança do primeiro turno.

PELAS BEIRADAS
Novamente sem ser brilhante como era sugerido antes do início do campeonato a Chapecoense que começou com a marcha muito lenta vai aos poucos assumindo a condição de favorita ao título continua invicta e já está junto com o Figueirense liderando a classificação. Como terá o confronto direto em casa o Verdão do Oeste tem tudo para terminar o primeiro turno como líder.

CONFRONTOS QUE VALEM POUCO
Se considerarmos que o Joinville um dos maiores em SC está na pior fase de sua história podemos listar cinco times sempre com potencial para ganhar o campeonato. Os confrontos entre eles dizem muito com relação ao título, mas vencer os menores é obrigação para que não se perca o contato com os demais. Um campeonato em turno e returno é democrático e premia os que tenham maior regularidade. Por aqui não é bem assim. 

SOMENTE “MATA”
Infelizmente, mesmo com o calendário espremido os times conseguem datas extras, seja iniciando mais cedo a competição, seja na parte final para que os primeiros colocados joguem as semifinais e depois a decisão do título. Quer dizer, um time pode ficar em quarto lugar muitos pontos atrás do líder e mesmo assim ser o campeão. Por isso o início do campeonato não tem a mesma exigência, serve somente para uma melhor preparação visando os jogos que valem realmente.

ESTREIA INTERNACIONAL  
O arbitro catarinense Braúlio da Silva Machado fará na próxima quinta-feira, dia 07, sua primeira aparição em jogos da CONMEBOL. Agora com o escudo FIFA irá apitar Deportivo Santani (Paraguai) x Once Caldas (Colômbia) em Assunção, tendo como auxiliar Kléber Lucio Gil outro catarinense FIFA.

MEMÓRIA
04/02/2010 – “FOI DE DERRETER”

Olhei no relógio e levei um susto. Eram oito e meia e comecei a coluna já na cabine do Futebol em Dobro e a temperatura passava dos 30 graus. A tarde foi a mais quente do estado, bateu nos 42 graus e à noite o estádio respirava calor em todos seus cantos. Tive que escrever afastado do computador, pois se ficasse mais perto o suor escorreria pelo teclado. Não havia uma única alma que ficava sem reclamar do calor, sejam os companheiros daqui como os amigos de Chapecó. Fico pensando nos jogadores, terem que correr os 90 minutos num verdadeiro inferno. O consolo é que o jogo é a noite, à tarde morreria alguém.


 

4oito

Deixe seu comentário