Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
* as opiniões expressas neste espaço não representam, necessariamente, a opinião do 4oito

Ponto a favor

Minha coluna de hoje em A TRIBUNA
João Nassif
Por João Nassif 16/01/2019 - 07:35

Cobrar atualmente R$ 10 por um ingresso no futebol profissional é como dizer que o ingresso vale uma pinga. Claro que uma dose da “marvada” custa bem menos, mas no sentido figurado um ingresso com este preço tem valor de pinga. É o que o Criciúma está projetando para a temporada com estudo sobre a condição financeira de torcedores que não tem recursos para se associar e que ficariam num local pré-determinado no Heriberto Hulse. Espero que não estudem em demasia e esta excelente iniciativa não fique somente no projeto como tantas outras, mesmo que o ingresso valha apenas uma dose de uma boa cachaça. 

HERÓIS ANÔNIMOS
Deu pena a saga do time acreano Galvez que projetava apenas uma primeira fase na Copa São Paulo e por forças do imponderável teve que cumprir mais dois jogos na competição. Com mais dias na copinha a delegação perdeu as passagens de retorno e ficou sem dinheiro para voltar para casa. O apelo feito por seu treinador em Rede Nacional de TV fez com que o Palmeiras que o eliminou assumisse a despesas e de quebra o elenco acreano pode conhecer o Alianz Parque e ganhar de brinde bolas e chuteiras. No retorno os jogadores foram recebidos com muita festa no aeroporto de Rio Branco.

LOUCURA TOTAL
O nível de investimento neste começo de ano feito pelos clubes brasileiros extrapolam a realidade do país, mas ao mesmo tempo projeta os envolvidos nas mais diversas competições em condições plenas de conquistas. Palmeiras, Flamengo, São Paulo são os que investiram mais pesado, enquanto que outras forças com menos recursos se conformam com os remanescentes que de certa forma garantiram títulos em temporadas recentes, casos de Grêmio e Cruzeiro. O tempo irá dizer se contratações milionárias fazem times campeões.

BASE DESPREZADA
A dinheirama gasta pelos grandes clubes na busca de resultados, faz com que as revelações sejam pouco aproveitadas. O Palmeiras é o maior exemplo, ganhou tudo nas categorias de base em 2018 e nenhum terá chance nesta temporada. O Flamengo, outro que investiu pesado para 2019 ainda dá espaço para alguns, mas são as joias que logo cedo vão embora. Enfim, a mentalidade é revelar talentos para vende-los rapidamente e fazer caixa para contratar medalhões. 

O CARA NÃO É FRACO
O técnico José Mourinho um dos principais do futebol mundial foi demitido há um mês do Manchester United e assinou com o clube um pacto de silencio que lhe rendeu R$ 70 milhões. Este pacto proíbe o técnico de tecer qualquer comentário sobre os motivos de sua demissão. Está preocupado o Moutinho? Foi anunciado nesta semana que o treinador será comentarista da emissora “Bein Sports” e irá faturar 60 mil libras (cerca de R$ 285 mil) por partida que comentar. Mourinho já está confirmado em duas transmissões, Arábia Saudita e Catar pela Copa da Ásia e Arsenal x Chelsea pela Premier League. Bein Sports é uma rede de televisão por assinatura subsidiaria da Al Jazeera.

MEMÓRIA
16/01/2006 – “PRESTA ATENÇÃO”

Pelo que pude conferir, dos 15 que tiraram dos sócios o poder de escolher o presidente, apenas dois estavam presentes nas cadeiras do HH. O presidente do Conselho de Administração, Jose Ijair Conti que voltou depois de muito tempo e o Woimer Conti, torcedor fanático que não perde um jogo sequer. Os demais não mostraram nenhuma preocupação com o time. Devem estar conscientes que prestaram um desserviço ao clube. 
 

4oito

Deixe seu comentário