Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Os melhores pilotos da F1 no primeiro semestre

Meu ranking
João Nassif
Por João Nassif 29/08/2019 - 20:45

Thiago Ávila *

Esse final de semana a Formula 1 está de volta com o GP da Bélgica, depois de um longo período de férias de um mês. E nada mais justo que relembrar os caras que mais se destacaram na primeira metade e ver se eles irão manter o ritmo no restante da temporada.

Esse ranking foi criado pelo autor que escreve este texto, analisando a todas as provas da temporada. O critério é: a cada fim de semana de corrida, é feito uma lista dos dez pilotos que melhor tiveram desempenho durante as sessões. E a pontuação segue como no campeonato oficial: 1º 25, 2º 18, 3º 15, 4º 12, 5º 10, 6º 8, 7º 6, 8º 4, 9º 2 e 10º 1 ponto. Segue os dez primeiros gerais.

1º MAX VERSTAPPEN – 219 PONTOS
Na primeira lista que publicamos, o holandês era o segundo, empatado com Hamilton, mas depois de desempenhos espetaculares em Mônaco, Áustria, Silverstone, Alemanha e Hungria, Max alcançou o primeiro lugar da lista. Além disso, no campeonato oficial, Verstappen chegou em Bottas e é só questão de tempo para assumir a vice-liderança do finlandês. Vale lembrar que o garoto tem uma Red Bull nas mãos, com o fraco motor Honda, ou seja, vem fazendo milagre.

2º LEWIS HAMILTON – 210 PONTOS
Juntamente com Max Verstappen, o britânico some na frente dos demais adversários, e o GP da Hungria é prova disso. Lewis é intensamente mais rápido que Bottas e não é à toa que é líder do campeonato, com o melhor carro. Foi excelente na Espanha, Canadá, França e magistral na Hungria. Porém pecou em Hockemheim, parecia uma praga jogada por Vettel. E isso lhe confere o segundo lugar na lista.

Max Verstappen e Lewis Hamilton 

3º VALTTERI BOTTAS – 149 PONTOS
Bottas foi distante o que mais perdeu rendimento desde a primeira análise publicada. Fez ainda algumas poles, mas sempre perde para Hamilton nos domingos. Foi péssimo no Canadá e Hungria. Em compensação, mostrou bom desempenho na Espanha, em Mônaco e Silverstone. Isso põe o finlandês praticamente sem chance de disputar o título de melhor da temporada.

4º CHARLES LECLERC – 144 PONTOS
O monegasco encostou no finlandês, porém acreditava mais no potencial do garoto. Continua andando mais que Vettel, mas parou de fazer as excelentes provas como foi no Bahrein. Claro, a Ferrari perdeu um desempenho absurdo desde a pré-temporada, ficando para trás até da Red Bull. Leclerc foi bem na França, Áustria e Silverstone, e ainda criou uma rivalidade intensa com Max Verstappen. É bom ficar de olho no jovem até o final do ano.

Legenda

5º SEBASTIAN VETTEL – 120 PONTOS
Para fechar a lista dos big-5 da F1 (não é mais big-6, porque o Gasly não conta), temos o querido alemão tetracampeão mundial. Vettel mostrou uma boa melhora desde então. Vinha tendo resultados ruins desde Hockenheim no ano passado e parece ter se recuperado com a quase vitória no Canadá - onde lhe foi tirada por punição. Além disso, conseguiu se redimir com os alemães saindo de último e terminando em segundo na prova mais maluca do ano. Em compensação, em Silverstone foi uma desgraça, cometendo um erro de principiante contra Verstappen.

Carlos Sainz 

6º CARLOS SAINZ – 64 PONTOS
O espanhol é de longe o melhor do resto nessa primeira metade da temporada. A McLaren vem correspondendo e ele vem aproveitando as chances. Ocupa o sétimo lugar no campeonato (mas pode ser sexto com a saída de Gasly da Red Bull) e com muitos méritos. Carlos é mais rápido que Norris, fez ótimas corridas em Mônaco, França e Hungria, além de ser um dos únicos no meio do pelotão que dificilmente toma uma volta do líder.

7º LANDO NORRIS – 52 PONTOS
O britânico manteve sua boa forma. Claro, nem sempre, já que teve alguns problemas de motor e confiabilidade. Mas geralmente vence Carlos na classificação. Foi muito bem no Áustria, ficando à frente de Gasly na classificação final. Está em 11º no campeonato, mas isso não representa muito o desempenho do jovem estreante da F1.

8º KIMI RAIKKONEN – 48 PONTOS
Parou de impressionar tanto. Vem fazendo uma ótima temporada numa equipe pequena, vem se mantendo regular e dando uma surra em Giovinazzi. Meu destaque vai para a corrida da Alemanha, onde se situou entre os sete primeiros durante praticamente toda a corrida. Infelizmente recebeu uma punição ridícula por uso errado da embreagem na relargada e não marcou pontos.

Daniel Ricciardo

9º DANIEL RICCIARDO – 47 PONTOS
O australiano não está em seus melhores anos. Depois de decidir sair da Red Bull e tentar uma nova missão na Renault, Ricciardo vem fazendo o que pode e mesmo assim não corresponde tanto. Apesar disso, vem batendo constantemente Nico Hulkenberg e marcando alguns pontos quando seu motor colabora. Meu destaque vai para o GP do Canadá, onde ele foi o sexto colocado, na frente da Red Bull de Pierre Gasly.

10º SERGIO PEREZ – 28 PONTOS
Não é a melhor temporada do mexicano, isso é certo, mas vem fazendo milagre com o péssimo carro da Racing Point. Enquanto seu companheiro Lance Stroll não sai do Q1, Perez luta constantemente para estar entre os 10 na classificação. Desde a primeira análise, Perez não avançou muito. Ainda mantém o GP do Azerbaijão como seu melhor desempenho.

Aqui o ranking completo:

* Estudante de Jornalismo da PUCRS
 

4oito

Deixe seu comentário