Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Os 10 melhores pilotos dos últimos dez anos na F-1 (PARTE 1)

João Nassif
Por João Nassif 05/02/2019 - 10:00

Thiago Ávila *

A internet abriu o ano de 2019 com uma brincadeira muito interessante chamada #10YearsChallenge – o desafio dos dez anos, traduzindo – onde as pessoas relembram fotos, momentos e a evolução, comparando como eram em 2009 e como estão hoje em 2019.

Partindo dessa ideia, resolvi montar uma lista dos dez melhores pilotos de Formula 1, fazendo esse recorte de dez anos. Os critérios utilizados para a escolha da lista foram os desempenhos contra companheiros de equipe, títulos, seus principais rivais e como se saíram frente às dificuldades (ou qualidades) do carro. SPOILER: Não há nenhum brasileiro na lista.

10º SERGIO PÉREZ

O mexicano da Racing Point/Force India começou sua jornada em 2011, formando na Sauber com Kobayashi uma das duplas mais agressivas em termos de pilotagem, na época. Nesse tempo, Sergio faturou três pódios e uma vaga na McLaren no ano seguinte. Fazendo a temporada mais fraca de sua carreira, Pérez foi apenas 11º e foi dispensado. Ganhou uma chance na Force India, onde, ao lado de Nico Hulkenberg, pôs a equipe no top-5 dos construtores, além de vencer por duas vezes a disputa contra o companheiro. Nesse período, Sergio acumulou oito pódios em 152 corridas.

9º KIMI RAIKKONEN

Os últimos dez anos da carreira do ‘homem de gelo’ é marcada por pilotagens menos agressivas do que em sua era de McLaren e a primeira passagem pela Ferrari. O finlandês ficou dois anos de fora da F1 até voltar a Lotus, em 2012, num retorno sem grandes expectativas por parte dele. Na equipe inglesa, Kimi conseguiu duas vitórias e chegou a ficar em terceiro logo na sua temporada de volta. Os bons resultados o levaram a Ferrari em 2014, onde o deixaram à sombra de Alonso, num primeiro momento, e Vettel, por quatro anos. Raikkonen voltou a vencer em 2018 e conseguiu o terceiro lugar na classificação final.

8º VALTTERI BOTTAS

Se você começou a acompanhar F1 ou voltou a assistir nessas duas últimas temporadas, pode ter a sensação que esse finlandês não é nada demais, é medíocre, está totalmente à sombra de Hamilton. Mas sugiro a vocês acompanharem os anos do finlandês de Williams, entre 2014 e 2016, principalmente as corridas da Austrália, Áustria e Abu Dhabi em 2014; do Canadá, Grã-Bretanha e Rússia em 2015; e Rússia, Canadá e Itália em 2016. O finlandês também deixou Felipe Massa no chinelo por três anos consecutivos. Se a imprensa diz que Valtteri é medíocre, então Felipe é muito pior que isso... Bottas fez por merecer seu espaço na Mercedes, e se ele ainda continua lá, mesmo com resultados ruins, é porque Toto Wolff ainda acredita que ele possa colher bons frutos, ou você acha que Barrichello na Ferrari também era ruim?

* Estudante de jornalismo da PUCRS

4oito

Deixe seu comentário