Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
4
* as opiniões expressas neste espaço não representam, necessariamente, a opinião do 4oito

Operação “abafa” no Criciúma E.C.

João Nassif
Por João Nassif 15/03/2021 - 06:00Atualizado em 15/03/2021 - 07:11

No futebol uma sequência de resultados negativos, mesmo em início da temporada gera uma crise com final previsível, normalmente a queda do técnico e a quebra de um trabalho que poderia ser promissor.

Dito isso, o Criciúma deslocou seu staff do futebol até a sala de imprensa do Heriberto Hülse para dar satisfação aos torcedores, logo após a derrota para a Chapecoense, a segunda em três jogos e a confirmação da lanterna do campeonato.

Mas, foi muito mais para avisar que o trabalho continua como foi projetado e que no futuro a situação vai melhorar pela confiança depositada na forma planejada. Afinal todos estão trabalhando para recolocar o Criciúma num caminho vitorioso.

Falou o técnico Hermerson Maria, com a sobriedade e caráter de sempre, blindando os jogadores, demonstrou sua confiança no grupo, vai continuar testando garotos da base e formar um grupo vencedor.

Depois o vice de futebol Waldeci Rampinelli, com exemplos pontuais de como formatar um grupo afirmando que confia no trabalho e pedindo calma à torcida. 

E finalmente o gerente de futebol Giuliano Bitencourt que insistiu em afirmar que tudo está no caminho certo.

A medida para abafar uma eventual crise foi importante, pois evita especulações e dá a noção exata de como os dirigentes estão encarando este início de temporada. O título catarinense é hoje uma hipótese que me parece inviável, mas a temporada não para por aí. 

Já quarta-feira o time tem um grande desafio com um jogo decisivo pela Copa do Brasil. Uma vitória será fundamental para um alívio de caixa, pois o orçamento é curto para 2021. E depois vem o campeonato brasileiro, grande alvo do clube na temporada pelo tão desejado acesso.

Os desafios são enormes, mas para superá-los o time terá que reagir. Da forma como começou e as perspectivas apesar do otimismo não sugerem um ano de pouca turbulência e mostra dificuldades para que o objetivo maior seja alcançado.


 

4oito

Deixe seu comentário