Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
CORONAVÍRUS - Saiba mais aqui
* as opiniões expressas neste espaço não representam, necessariamente, a opinião do 4oito

O vírus que mata o esporte

Coronavírus letal
João Nassif
Por João Nassif 14/03/2020 - 12:48

Thiago Ávila *

Tenho absoluta certeza que todos que acompanham esse blog gostam de esporte, seja futebol, automobilismo, ou qualquer outro, e devem estar no mínimo desapontados com os cancelamentos e mais cancelamentos de eventos importantes, devido a pandemia do coronavírus. 

Já são 132 mil casos confirmados no mundo inteiro e quatro mil mortes, sendo mais da metade desses na China, lugar em que o vírus foi originado. E foi de lá que o primeiro campeonato de futebol foi suspenso.

A Superliga Chinesa tinha data para começar dia 22 de fevereiro e até agora, todos os jogos foram adiados. Muitos jogadores, inclusive brasileiros, ainda não puderam regressar ao país ou estão presos por lá. Ighalo, recém-contratado pelo Manchester United, estava jogando no Shanghai Shenhua e levou sorte de não estar no país no período da contratação. Por prevenção, o nigeriano ainda demorou duas semanas para poder treinar com o elenco.

Em seguida, se tratando de automobilismo, a Formula E cancelou o eprix de Sanya, na China, e a F1 adiou o GP da China. Não durou muito e a MotoGP também cancelou a corrida do Catar e adiou o GP da Tailândia.

Champions League sem público

Há um mês, o vírus chegou na Europa, atingindo principalmente a região da Lombardia, na Itália. O surto afetou o Campeonato Italiano, que teve que adiar alguns jogos e outros não podem contar com torcida. O comprimento dos jogadores no início dos jogos também foi proibido - o que no fim não muda muita coisa, já que até o final da partida eles vão acabar se tocando, se desentendendo, se abraçando para comemorar vitória...

Mas esta semana em específico foi a que mais mostrou a verdadeira cara do vírus no esporte. Na Liga dos Campeões, dois jogos tiveram portões fechados. Ninguém no estádio, parecia jogo-treino! O hino da Champions parecia não fazer sentido naquele momento. O mesmo se repetiu em várias partidas da Liga Europa e em alguns campeonatos nacionais. Na quinta-feira, foram confirmados os adiamentos de partidas da Libertadores, da Liga dos Campeões e das eliminatórias da Copa.

E para minha tristeza, no final desta quinta foi confirmado o cancelamento do GP da Austrália, adiando o início da temporada de F1. Foram também prorrogadas as corridas do Bahrein e Vietnã. E na Indy, a etapa de abertura, em St. Petersburg, terá portões fechados.

Isso tudo levanta um questionamento: O que ainda teremos de esporte esse ano? Nem sabemos se a temporada europeia de futebol deve acabar na data certa; ou se o vírus vai acabar interrompendo o calendário brasileiro e sul-americano; ou se vai ter alguma corrida esse ano.

A única coisa que nós podemos fazer agora é acompanhar o Criciúma no Campeonato Catarinense, esse eu tenho quase certeza que o vírus não vai atrapalhar.

* Jornalista

Tags: Coronavírus

4oito

Deixe seu comentário