Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

O setor melhor definido

Minha coluna de hoje em A TRIBUNA
João Nassif
Por João Nassif 14/01/2019 - 07:56

Não será fácil a vida do técnico Doriva na missão de acertar o time e dar ao Criciúma um bom início de temporada. Se o setor defensivo tem entrosamento, pois quase todos jogadores são remanescentes de 2018, exceção da lateral direita. Maicon em forma deverá ser titular e irá acrescentar muito com sua experiencia e qualidade. Será um compartimento com capacidade de dar tranquilidade ao novo técnico.

SETORES EM AJUSTES
Se a defesa está praticamente arrumada o mesmo não acontece com os outros dois compartimentos, meio campo e ataque. São poucos os que ficaram do ano passado e não é de uma hora para outra que os novos reforços atinjam um nível melhor de entrosamento. Para que tal aconteça é necessário tempo e trabalho o que, convenhamos o calendário brasileiro não permite. Como a estreia no campeonato catarinense ocorrerá com apenas duas semanas de trabalho o técnico Doriva terá que ir arrumando o time em meio à competição. Lembrando que daqui a exatos 30 dias o Criciúma fará seu primeiro jogo pela Copa do Brasil em Santarém-PA. 

DE OLHO NO ELENCO
Os dois jogos treinos que o Criciúma realizou na pré-temporada deve ter dado subsídios importantes ao técnico Doriva. Não importam os resultados, vitória e derrota, a movimentação serviu para que Doriva tenha tirado algumas conclusões para colocar em prática seu sistema de jogo e certamente também a escalação. O grupo ainda carece de mais reforços que o andamento do campeonato irá mostrar com mais ênfase. Com confiança na competência do treinador e na preparação física de um profissional capacitado o Criciúma poderá fazer neste estadual diferente do que mostrou nos anos anteriores.

TEMOS FIFA
A ascensão de Braúlio da Silva Machado ao quadro de árbitros da FIFA coloca Santa Catarina novamente no cenário da arbitragem mundial. Braúlio segue os passos de Dalmo Bozzano, o primeiro árbitro catarinense a ostentar o escudo da FIFA. Não tenho lembranças de nenhum outro criado na Federação Catarinense com este privilégio. Alguns que pertenceram ao quadro FIFA foram importados de outros estados como Wagner Tardelli, Heber Roberto Lopes e por último Sandro Meira Ricci.  

SOBREVIVENTE
Apenas o Figueirense continua na Copa São Paulo. É o único catarinense dos cinco que começaram o torneio. Criciúma e Chapecoense foram eliminados na primeira fase. No sábado voltaram para casa Avaí e Tubarão eliminados nos pênaltis. O Figueirense passou com folga pela terceira fase com goleada sobre o Trindade-GO por 4x1. Pode ir mais longe.

MEMÓRIA
14/01/2003 – “SOBREPOSIÇÃO”

Não tenham dúvidas que haverá retaliação por parte das Federações e mais à frente da CBF, pois a coincidência de datas não irá privilegiar os clubes que participam dos regionais. Em Santa Catarina, Criciúma e Figueirense, os dois candidatos lógicos ao título terão problemas para o remanejamento de seus jogos. O mesmo vale com relação à Copa do Brasil e num futuro próximo ao Campeonato Nacional. Se os grandões, Cruzeiro, Atlético-MG, Grêmio e Internacional entrarem de cabeça na briga, pode ser que haja um refresco, senão os pequenos irão se complicar.
 

4oito

Deixe seu comentário