Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
CORONAVÍRUS - Saiba mais aqui
* as opiniões expressas neste espaço não representam, necessariamente, a opinião do 4oito

O retorno do Rei

João Nassif
Por João Nassif 12/07/2020 - 22:26

Thiago Ávila *

A Formula 1 retornou ao circuito de Spielberg este final de semana (na verdade, nem saiu de lá) para a segunda etapa da temporada. Novamente uma corrida muito movimentada, mas um resultado final já esperado.

Primeiro, falando do treino classificatório, uma loteria. Chuva intensa, os carros melhoravam suas voltas a cada segundo que passava. Com isso até George Russell, com uma Williams, conseguiu ir ao Q2. A equipe britânica não ia a segunda sessão de classificação desde 2018. Max Verstappen, o mestre da chuva, era o favorito a pole, mas encontrou um inspirado hexacampeão voando. Lewis Hamilton foi 1,2 segundos mais rápido que o holandês, uma distância absurda para os padrões da F1.

Lewis Hamilton na linha de chagada

E na corrida, um domínio absoluto do inglês, praticamente de ponta a ponta, Verstappen nem chegou a ameaçar o reinado de Lewis. Para ficar ainda melhor a festa da Mercedes, Valtteri Bottas ainda conseguiu ultrapassar o holandês há cinco voltas do fim.

Mas a prova movimentada ficou por conta da disputa pela quarta colocação. Albon, Pérez, Ricciardo, Stroll, Sainz e Norris. Seis carros muito próximos brigando pelo ‘melhor do resto’. As disputas começaram com Pérez em nono, que conseguiu ultrapassar Sainz depois do espanhol ter saído mal dos boxes. Depois ainda teve um bom duelo com Lance Stroll e conseguiu a quinta posição de Daniel Ricciardo. O mexicano ainda fez, por três vezes consecutivas, a volta mais rápida e colou na traseira de Alex Albon.

Nesse tempo, Stroll e Ricciardo iniciaram uma nova disputa pela sexta posição, e Lando Norris passava Carlos Sainz. Na penúltima volta, Pérez e Albon se enroscam, e o bico do mexicano quebra. Norris faz ultrapassagem dupla em Stroll e Ricciardo e o canadense ganha a posição do australiano. O britânico da McLaren ainda consegue tempo para ultrapassar Pérez e garantir o quinto lugar. Pérez, Stroll e Ricciardo ainda cruzam a linha de chegada praticamente juntos, mas sem nenhuma mudança de posições.

O fantástico quinto lugar de Norris, que largou de 9º, colocou o piloto da McLaren em terceiro no campeonato, com 26 pontos, apenas atrás dos dois gigantes da Mercedes: Bottas com 43 e Hamilton com 37.

* Jornalista

4oito

Deixe seu comentário