Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

O personagem foi o cachorro

Almanaque da Copa #303
João Nassif
Por João Nassif 22/05/2019 - 16:30

Desde a primeira disputa em 1930, a Copa do Mundo não parava de crescer e para a edição de 1966, setenta países enviaram suas inscrições à FIFA. 

A Copa causou discordância antes mesmo da bola começar a rolar. Dezesseis nações africanas boicotaram o torneio em protesto contra uma resolução da FIFA de 1964 mandando que o vencedor da zona africana enfrentasse o vencedor da zona asiática ou da Oceania para se classificar à fase final. 

Os africanos acreditavam que vencer sua zona deveria bastar por si só para ter um lugar nas finais. Depois de muita discussão a FIFA ordenou que 10 seleções europeias, entre elas a Inglaterra, se classificariam, junto com quatro da América do Sul, uma da Ásia e uma da América do Norte, Central e Caribe.

Pickles o herói do Mundial de 1966

A Copa do Mundo de 1966 teve um grande herói fora das quatro linhas do gramado, um cachorro de nome Pickles. Antes do torneio a Taça Jules Rimet foi roubada de uma vitrine no Center Hall em Westminster em Londres na Inglaterra. 

Uma caçada nacional foi montada e descoberta quando um cão farejou alguns arbustos nos arredores de capital inglesa. A Federação Inglesa havia mandado fazer uma réplica, caso e verdadeira Taça não fosse encontrada a tempo para o Mundial.
 

4oito

Deixe seu comentário