Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

O maior de São Paulo

Almanaque da Bola #265
João Nassif
Por João Nassif 14/04/2019 - 10:25

O Estádio Municipal do Pacaembu foi inaugurado na década de 1940 com capacidade para 70 mil espectadores e considerado na época o estádio mais moderno da América do Sul.

Idealizado pela Prefeitura de São Paulo em 1936, o projeto consolidava a iniciativa de Getúlio Vargas, presidente da República, de apoio nacional aos esportes para mostrar ao mundo que o Brasil era uma nação forte e também uma forma de demonstrar a mudança do país.

Com a instauração do regime do Estado Novo em 1937, o projeto original sofreu algumas mudanças, pois os projetos arquitetônicos do governo eram no sentido de demonstrar a força do país. Entre as mudanças a ampliação do estádio e das colunas como replica ao Estádio Olímpico de Berlim.

O Estádio do Pacaembu foi inaugurado em 27 de abril de 1940 com a presença de Getúlio Vargas, do interventor Ademar de Barros e do prefeito Prestes Mais e com mais de 50 mil pessoas em suas dependências.

Inauguração do Pacaembu

Getúlio Vargas foi recebido com uma sonora vaia pelo público paulistano. Vargas chegou ao poder com o Golpe de 30 sobre o então presidente paulista Washington Luís e em seguida reprimiu a Revolução Constitucionalista de 1932. O presidente era persona non grata em São Paulo.

O primeiro jogo disputado no Pacaembu foi entre o Palestra Itália, hoje Palmeiras e o Coritiba. O Palestra venceu por 6x2, mas o primeiro gol no novo estádio foi marcado por Zequinha, jogador do time paranaense.

Em 1961 o Pacaembu foi batizado com seu nome oficial, Estádio Paulo Machado de Carvalho, homenagem ao chefe da delegação brasileira da Copa do Mundo de 1958 que rendeu o primeiro título mundial de futebol ao Brasil.
 

4oito

Deixe seu comentário