Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

O conto de fadas de Lewis

João Nassif
Por João Nassif 18/09/2017 - 01:05

Só um milagre tiraria a vitória da Ferrari em Singapura, e esse milagre aconteceu. E para piorar, ainda deu vitória a Hamilton.

Depois de uma sexta-feira excelente da Red Bull, com Verstappen liderando os treinos livres e botando uma margem significativa nas Ferraris, foi Vettel quem fez a volta mais rápida de sábado, deixando o holandês para atrás e as Mercedes tendo que largar da terceira fila.

Um fim de semana que poderia retomar o favoritismo de Vettel, mas que deu errado na primeira curva. Pela primeira vez em dez anos de história do circuito, chove na cidade-estado. Verstappen parecia empolgado, ia largar na primeira fila e sabe que anda muito bem na chuva. Vettel era favorito, estava largando na frente e seu chassi tende a ser superior em circuitos de rua. Hamilton, saindo de quinto, buscava apenas a melhor posição possível.

Hamilton vencedor em Singapura (Foto: youtube.com)

Na largada, o alemão vira muito para a esquerda, Raikkonen guia para a direita, fazem ‘sanduíche’ em Verstappen e eles acabam se tocando. Fim de prova para os três. Hamilton larga bem e ultrapassa Ricciardo, assumindo a primeira posição.

Por conta dos múltiplos Safety Cars e bandeiras amarelas, a corrida acabou no limite de tempo de duas horas e quase foi interrompida antes de se completar 75% - caso não fosse completado 75% da prova, os pontos iriam para metade e assim a margem de Hamilton para Vettel seria menor.

Festa da Mercedes. Felicidade enorme para Lewis, que vibrou como se fosse um título. 28 pontos de vantagem separam o inglês tricampeão e o alemão tetracampeão. Se foi um milagre que deu a vitória para Hamilton em Singapura, só um outro milagre pode dar o título a Vettel.

 

Por Thiago Ávila

 

4oito

Deixe seu comentário