Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
4
* as opiniões expressas neste espaço não representam, necessariamente, a opinião do 4oito

O absurdo calendário do futebol brasileiro

João Nassif
Por João Nassif 24/12/2020 - 07:40

Dois dias após o início do campeonato brasileiro de 2020, em 10 de agosto, a CBF anunciou o calendário da próxima temporada.

O ano 2021 do futebol brasileiro terá início em 28 de fevereiro com os campeonatos estaduais que têm reservadas 16 datas, tendo entre estas datas as primeiras fases da Copa do Brasil e o início das eliminatórias para a Copa do Mundo de 2022.

A Federação Catarinense antecipou o início do estadual para 24 de fevereiro ganhando assim mais uma data. Os catarinenses na série B do brasileiro terminarão o campeonato de 2020 no final de janeiro, portanto abrindo a possibilidade de mais uma data para o estadual que tem encerramento previsto em 23 de maio.

Até aí, tudo bem. O problema de um calendário apertado fica escancarado a partir do final dos estaduais. 

Uma semana depois começam os campeonatos brasileiros e a seleção do técnico Tite tem compromissos pelas eliminatórias e para a disputa da Copa América. Certamente vários jogadores em atividade no país serão convocados e os clubes sofrerão desfalques em meio as competições o que irá alterar o equilíbrio dos campeonatos. Sem contar que nas datas FIFA as seleções das categorias de base também irão desfalcar os clubes de jogadores importantes.

Por isso sou totalmente contrário a realização dos campeonatos estaduais com tantas datas disponíveis, alterando para pior a sequência do calendário. Santa Catarina inchou seu campeonato, 12 clubes é um exagero, com 10 o prejuízo financeiro dos clubes já era enorme, imaginem com 12. Sem contar a qualidade da competição. 

Mas os clubes quiseram assim, a Federação precisa de jogos para viabilizar sua estrutura e a CBF cuida da seleção em detrimento de seus filiados. 

É um dos motivos do futebol brasileiro ficar a anos batendo palmas para as seleções e Ligas do primeiro mundo.
 

4oito

Deixe seu comentário