Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Nova ordem no futebol brasileiro

Almanaque da Bola #384
João Nassif
Por João Nassif 11/08/2019 - 10:26

A Taça Brasil de 1966 foi um marco divisor no futebol brasileiro. Com a participação de 22 clubes o torneio que anos mais tarde foi reconhecido oficialmente pela CBF como Campeonato Brasileiro de 1966.

A disputa de 1966 começou regionalizada com os campeões estaduais divididos em vários grupos. O campeão da Zona Norte foi o Náutico que derrotou o Vitória na decisão e pela Zona Sul o vencedor foi o Cruzeiro que na final passou pelo Grêmio.

Nas semifinais da Taça Brasil de 1966 o Santos eliminou o Náutico e o Cruzeiro derrotou o Fluminense que como campeão do Estado da Guanabara entrou somente nesta fase. Cruzeiro e Santos decidiram o título e o time mineiro foi campeão com duas vitórias sobre o time de Pelé. 6x2 no Mineirão e 3x2 no Pacaembu.

A conquista do Cruzeiro foi o marco divisor no futebol brasileiro e fez com que a CBD entendesse que poderia haver futebol de alto nível fora do eixo Rio-São Paulo. O Cruzeiro com uma equipe jovem de alta qualidade chamou atenção pelo potencial de atletas de outros estados, minimizando a hegemonia das equipes do Rio de Janeiro e de São Paulo.

Assim foi posta em prática a ideia concretizada no ano seguinte da ampliação do Torneio Rio-São Paulo com a entrada de grandes clubes de Minas Gerais, Paraná e Rio Grande do Sul surgindo o torneio Roberto Gomes Pedrosa, o Robertão.

O Cruzeiro do técnico Airton Moreira escalado com Raul, Pedro Paulo, William, Procópio e Neco; Piazza e Dirceu Lopes; Natal, Tostão Evaldo e Hílton Oliveira mudou a história do futebol brasileiro. 
 

4oito

Deixe seu comentário