Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

No Brasil o maior do mundo

Troféu Jules Timet
João Nassif
Por João Nassif 13/12/2018 - 13:27

A IV Copa do Mundo em 1950 foi a primeira depois da Segunda Grande Guerra que terminou em 1945. Depois de 12 anos a FIFA voltava a promover o torneio, depois da França ter sediado o terceiro Mundial em 1938.

Havia no Brasil grande expectativa pela conquista do primeiro título de uma Copa do Mundo. A seleção brasileira ainda não havia tido uma chance tão grande, jogando em casa e com o apoio de uma torcida prá lá de fanática.

Para fugir ao domínio alemão o presidente da FIFA, Jules Rimet, havia transferido a sede da entidade da ocupada França para a neutra Suíça, onde se encontra até hoje. Destruídos e abalados pela longa guerra, nenhum dos países europeus tinha condições de sediar a IV Copa do Mundo.

Maior do mundo em construção

As autoridades brasileiras resolveram construir no Rio de Janeiro, capital da República, o maior estádio do mundo, o Maracanã com capacidade para 200 mil espectadores.

Pela primeira vez o troféu da Copa passaria a ter o nome do presidente da FIFA, Jules Rimet, um dos principais responsáveis pela existência dos Mundiais. Também pela primeira vez as seleções usariam números nas camisas dos jogadores.

33 países se inscreveram para a disputa das eliminatórias com a Argentina ficando de fora pelo mau relacionamento com os dirigentes de futebol do Brasil.

A FIFA decidiu que as 16 seleções classificadas seriam divididas em quatro grupos com quatro seleções em cada grupo. Com a desistência da Escócia, Turquia e Índia o número de participantes ficou reduzido a apenas 13.

A Inglaterra fazia sua estreia numa Copa do Mundo e o Uruguai voltaria a participar depois de ter vencido o título em 1930.

Depois de 22 jogos e 88 gols marcados o Uruguai derrotou a seleção brasileira no último jogo da fase final e se sagrou bicampeão mundial de futebol.

4oito

Deixe seu comentário