Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
* as opiniões expressas neste espaço não representam, necessariamente, a opinião do 4oito

Muitos pontos deixados pelo caminho

Por João Nassif 30/06/2022 - 01:08

A campanha do Criciúma que tinha tudo para decolar e hoje habitar o grupo de acesso foi por água abaixo pelos pontos deixados pelo caminho por uma situação que veremos logo aí embaixo.

Mas antes deixar bem claro que a falta de qualidade está sendo um elemento muito forte para justificar a falta de uma maior pontuação.

Vamos começar pelos jogos em que o Criciúma jogou com um a menos em razão de expulsões que beiraram a estupidez, lembrando que foram três partidas em casa.

Primeira contra o Novorizontino, o Criciúma vencia por 1x0, o atacante Tiago Marques foi expulso e o time paulista em seguida empatou o jogo. A expulsão foi em razão do segundo cartão amarelo, lembrando que o primeiro foi por ter o jogador impedido a reposição do goleiro.

Segunda foi contra o Cruzeiro derrotado por 1x0. Desde os 25 minutos do primeiro tempo o Criciúma jogou com um a menos pela expulsão inconsequente do volante Léo Costa numa dura falta sem a mínima necessidade. O VAR identificou a jogada violenta. O gol foi marcado nos acréscimos do segundo tempo.

E a terceira foi contra o Brusque. O zagueiro Rayan foi expulso nos acréscimos do primeiro tempo por jogada violenta denunciada pelo VAR. O jogo estava 0x0 e o Brusque fez seu gol no segundo, decretando a derrota do Criciúma por 1x0.

Nestes nove pontos disputados em casa o Criciúma conquistou apenas um misero pontinho. Não houvesse estas expulsões sem a mínima necessidade poderia ter feito alguns pontos a mais.

Agora os dois jogos fora de casa que o Criciúma jogou um a mais, devido às expulsões dos adversários.

Primeiro contra o Bahia que teve um jogador expulso quando o Criciúma vencia por 1x0. Um zagueiro do Bahia foi expulso no último minuto do primeiro tempo e no segundo o Criciúma sofreu a virada perdendo por 2x1. 

Finalmente o jogo em Recife nesta quarta-feira. Depois de um primeiro tempo empatado em 1x1, o Náutico teve um zagueiro expulso aos 17 do segundo tempo. O Criciúma jogou com um a mais durante mais de 30 minutos e foi incapaz de vencer.

Dos seis pontos disputados com um jogador a mais de novo apenas um pontinho conquistado. Estes seis pontos poderiam ter colocado o Criciúma numa situação privilegiada na série B.

Quer dizer, neste recorte de cinco jogos com expulsões a favor e contra o Criciúma conquistou apenas dois pontos. 

Falar do jogo contra o Náutico seria apenas redundante, pois o que fica marcada é a falta de qualidade a total incapacidade do time apresentar um futebol mais eficiente.
 

Copyright © 2021.
Todos os direitos reservados ao Portal 4oito