Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
CORONAVÍRUS - Saiba mais aqui
* as opiniões expressas neste espaço não representam, necessariamente, a opinião do 4oito

Motivos da renúncia de Jaime Dal Farra

João Nassif
Por João Nassif 14/05/2020 - 23:05

A renúncia do presidente Jaime Dal Farra é irreversível e coloca em xeque o futuro do Criciúma EC. Com quase seis meses a mais de gestão, pelo prazo estabelecido na carta renúncia, o clube ainda ficará aos seus cuidados com compromissos mensais que terão que ser saldados para que fique livre da multa pela rescisão unilateral. De que forma, saberemos nos próximos meses.

Um dos motivos alegados para a renúncia foi a pressão e ameaças que vinha sofrendo pela falta de resultados do time que culminou com o rebaixamento para a série C. Não foi dito mas, possivelmente também pesou a questão financeira.

O presidente é um empresário bem sucedido com uma empresa de ponta em seu segmento que deve estar sofrendo, como quase todas, com a recessão decorrente da pandemia. Fugiu de um ramo em que reinava com tranquilidade para se aventurar em outro que exige uma gestão totalmente diferente e não teve capacidade para entender e superar os obstáculos que vieram pela frente.

Pagou caro pela G.A.? Não posso mensurar. Recuperou o capital investido e ganhou dinheiro nestes cinco anos? Não tenho interesse em saber. 

Só sei que qualquer empresário que atua em duas frentes distintas quando a situação financeira começa ficar apertada tem que optar pela qual melhor se identifica. Pode ter sido esta a avaliação do Jaime Dal Farra para antecipar sua saída do Criciúma EC.   

4oito

Deixe seu comentário