Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Minha coluna hoje em A TRIBUNA

Novos ventos e velhas manias
João Nassif
Por João Nassif 08/12/2018 - 07:30

ATÉ QUE ENFIM

Venho cobrando há tempos da direção do Criciúma um planejamento profissional condizente com sua história. Entrou ano e saiu ano e não se viu nada parecido e os resultados, por consequência foram os piores possíveis. Depois de tanto apanhar e ser execrado pela torcida o presidente Jaime Dal Farra mostrou que aprendeu e mesmo com algum atraso apresentou para tocar o futebol profissionais de alto quilate. Mesmo assim há tempo para completar o quadro com um plantel qualificado e virar o jogo perdido em 2018.

DORIVA

Não deixou de ser uma surpresa, mas de qualquer forma se esperava do assessor Ricardo Rocha a busca por um técnico cujo nome causaria impacto entre os torcedores. Se não é unanimidade, pelo menos a aceitação foi enorme mostrando que voltou a esperança de dias melhores. O técnico tem experiencia e bagagem suficientes para trabalhar um time que possa brigar por posições totalmente diferentes das últimas temporadas. 

PROMESSA

O diretor executivo Nei Pandolfo que deverá trabalhar em sintonia com Ricardo Rocha prometeu 10 contratações que serão divulgadas em doses homeopáticas. Uma a cada dia, começando por amanhã. Com a base e remanescentes do plantel deste ano, com critérios veremos um grupo de jogadores à altura do clube para a disputa de todas as competições programadas para 2019.  

ASSOPRO

Depois de muito criticar por ter acompanhado vários erros, alguns até grotescos, minha função é elogiar quando se prenunciam boas novidades. É o que acontece agora com a montagem do staff do departamento de futebol e a perspectiva de um plantel qualificado. Creio que seja este também o sentimento dos torcedores.

PRESTA ATENÇÃO!

Agora fica faltando o Conselho Deliberativo fazer sua parte. É necessário que nova eleição seja marcada para colocar o clube na legalidade. Modificar a ata de 2015 é um delito monumental que trará enormes prejuízos ao Criciúma, seja moral ou financeiro e a recuperação será difícil. E se possível, que se eleja alguém de fora da G.A., pois assim o clube ficaria no mesmo patamar de outros que têm empresas gerenciando o futebol. Não foi desta forma. A ata foi retificada e registrada em cartório no final da tarde de ontem. Haverá desdobramentos.

DECISÕES

Com o final da temporada do futebol brasileiro, duas partidas chamam atenção neste domingo. Me perguntaram qual a mais importante, a final da LARM ou a decisão da Libertadores da América? Claro que pela ótica de quem vive nos arredores de Nova Veneza. Não tive dúvidas, o Clássico da Polenta tem sabor muito mais especial. Vai começar as 16:00hs em Nova Veneza, enquanto que River Plate e Boca Juniors começará as 17:30hs em Madrid.

RIVALIDADES

O clássico em Nova Veneza coloca frente a frente dois times da cidade, com envolvimento direto de toda comunidade. Em Madrid, mesmo sendo dois times da mesma cidade somente a população irá acompanhar de muito longe, esfriando a disputa direta, tipo olhos nos olhos. Somente os argentinos que gastaram verdadeira fortuna é que terão o luxo de presenciar na Espanha uma final do torneio sul-americano. Por isso sou mais o Clássico da Polenta.

MEMÓRIA  
08/12/2004- “Antevéspera do penúltimo jogo na série A”. Ano da queda

RAÇA
Não será impossível vencer o Palmeiras em São Paulo, mas para isto terá que jogar com muita vontade, diria mais, com total superação. Foi assim que o Guarani e o Flamengo se deram bem. Se o time do Criciúma jogar da forma apática como jogou em casa no último jogo, será definitivamente encaminhado para a segunda divisão. 

4oito

Deixe seu comentário