Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Matando leões

Futebol empresa
João Nassif
Por João Nassif 30/03/2019 - 06:08

O Criciúma terá somente que vencer nestas três rodadas que faltam para o final da fase de classificação, tipo matar um leão por jogo. Qualquer tropeço poderá ser fatal para não ficar dependendo de resultados paralelos que não se sabe até quando vão continuar deixando o time vivo no campeonato. O Criciúma até agora não fez sua parte e por incrível que possa parecer ainda tem possibilidades de participar das semifinais. 

SÓ DECISÃO
O jogo de hoje em Joinville colocará em confronto direto dois times que estão com 20 pontos e dois à frente do Criciúma. Joinville e Marcílio Dias estarão colocando a sobrevivência em jogo e quem vencer continuará na briga não dependendo de ninguém para se classificar. O Criciúma entrará em campo domingo em Blumenau sabendo onde terminará a rodada se conseguir vencer o Metropolitano. O Brusque, outro com 20 pontos irá discutir se continuará na briga em Chapecó. A Chapecoense, já classificada ainda sonha em ficar na primeira ou segunda colocações.

FUTEBOL EMPRESA
Talvez não seja inédito no futebol brasileiro, mas o modelo implantado pela Red Bull ao comprar o Bragantino traz uma nova forma de parceria que pode ser o início de novos tempos pela pobreza de nossos clubes, principalmente os que não tem tradição e vivem lutando a vida toda com problemas financeiros. A empresa já é dona de vários clubes ao redor do mundo e aqui no Brasil já tem um time formado que fez um belíssimo campeonato paulista. 

CASA NOVA
Sem sede própria o Red Bull Brasil mandava seus jogos no Estádio da Ponte Preta em Campinas. Passará a ser chamado de RB Bragantino e ficará baseado no Nabi Abi Chedid certamente com o apoio da torcida do Bragantino que se não é muito atuante pelas dificuldades de torcer por um bom time apenas regular, agora terá motivos de sobras para sonhar com uma forte campanha já na série B que irá começar em menos de 30 dias. 

PRESTEM BEM ATENÇÃO!
Os membros que compõe a International Board, entidade que determina as regras do futebol aprovaram este mês sete mudanças importantes nas regras do jogo. Entre elas algumas que irão mexer muito com o comportamento dos atletas em campo. Por exemplo, os goleiros na hora do pênalti poderão ficar com apenas um pé sobre a linha do gol. Toda vez que a bola bater no árbitro, a partida será paralisada e será dada bola ao chão para o recomeço. Para evitar o “empurra-empurra” que consome um tempo enorme, durante as cobranças de falta os jogadores do time que tem a falta a favor deverão ficar a um metro da barreira defensiva.

PRAZO FINAL
Até o dia 31 de maio continuam valendo as regras atuais. A partir do dia seguinte, 01 de junho as novas deliberações irão entrar em vigor. Portanto, as mudanças acontecerão com os campeonatos brasileiros em andamento, por isso a necessidade de árbitros, jogadores, técnicos e dirigentes tomarem conhecimento com a antecedência do que virá pela frente. Já para a Copa América que será realizado no Brasil as novas regras já estarão valendo.

30/03 – “A MORTE INDENIZADA”
Em 30 de março de 1999, o grupo Philip Morris é condenado por um tribunal da Califórnia a pagar US$ 81 milhões de indenização à família de um homem que morreu de câncer. Um mês antes, o mesmo fabricante foi condenado a pagar indenizações de US$ 50 milhões por um tribunal da cidade de Nova York.
 

4oito

Deixe seu comentário