Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Luta contra o favoritismo

Acerto de contas
João Nassif
Por João Nassif 13/04/2019 - 08:20

OUTRA DECISÃO
O Criciúma já enfrentou na temporada várias partidas decisivas num curto espaço de tempo e tem alternado os resultados, mas sempre mostrando um desempenho modesto para alcançar os objetivos. Foi assim na reta final da fase de classificação do campeonato estadual quando conseguiu com muita dificuldade as vitórias que o levaram à semifinal. Contra Tubarão, Joinville e Hercílio Luz foram jogos decisivos que o time venceu jogando pouco futebol. Entre jogos do catarinense a vitória nos pênaltis contra o Oeste que levou o time à terceira fase da Copa do Brasil. As duas derrotas para a Chapecoense mostraram um Criciúma cheio de problemas que se não forem resolvidos até domingo podem representar outra desclassificação.

DESFALQUE E DÚVIDAS
Sem alguns jogadores e principalmente sem Eduardo que tem sido o mais regular de todos na temporada o técnico Gilson Kleina ainda não tem a certeza de contar com outros que além do desgaste ainda estão em observação no Departamento Médico. Por isso ainda não temos a confirmação do time que irá até a Ressacada, principalmente o aproveitamento dos que chegaram nesta reta final do campeonato. Até agora nenhum respondeu de maneira mais positiva, pois fica realmente complicado entrar em meio à juma campanha irregular e ainda mais sem tempo para treinar pela sucessão de jogos decisivos.

ARQUIBANCADA PINTADA
A possibilidade real da torcida do Criciúma comparecer em grande número domingo na Ressacada fará com que a parte das arquibancadas reservada aos visitantes dará novo colorido ao estádio. Não só o predominante azul será destaque, pois o amarelo e preto com mais de 2 mil torcedores terá um grande destaque que deverá mexer bastante com o emocional dos comandados do Gilson Kleina. Torcedor do Tigre, valerá a pena ir à Florianópolis assistir este jogo decisivo. 

NEGÓCIO MAL FEITO
A vinda do presidente do Palmeiras à Criciúma, por mais que não confirmem teve o objetivo de acertar com Antenor Angeloni a questão Wesley que se arrasta há muito tempo. Em 2012 o jogador foi comprado pelo Palmeiras do Werder Bremen da Alemanha e o time paulista sem dinheiro para bancar o investimento, recebeu o aval do Antenor junto a um estabelecimento bancário para efetuar a compra. Não pagou e o Palmeiras, na justiça foi condenado a ressarcir o avalista.

TRIO NA CIDADE
Além do presidente do Palmeiras vieram também Luiz Felipe Scolari e Cícero Souza, dois profissionais identificados com Criciúma, um como técnico campeão e outro como diretor executivo também vencedor, pois foi o último campeão estadual obtido pelo Tigre quando o Antenor era presidente. Não têm nenhuma responsabilidade sobre o negócio Wesley, mas certamente podem ter ajudado numa composição para liquidação da dívida. Como ninguém clareou o motivo da vinda do trio palmeirense, toda especulação é possível, mas creio que a mais próxima da verdade é com relação ao Wesley que hoje está contratado pelo Criciúma.

13/04 “SENNA NO GP DA ESPANHA”
Em 13 de abril de 1986, na estreia do circuito de Jerez de La Frontera, ocorreu o Grande Prêmio de Fórmula 1 da Espanha. O brasileiro Ayrton Senna, que era piloto da Lotus-Renault, numa grande disputa, ganhou com a ínfima margem de 0.014s em relação a Nigel Mansell, da Williams.
 

4oito

Deixe seu comentário