Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Lewis Hamilton pode figurar entre os melhores da história?

A dois títulos de Schumacher, o melhor.
João Nassif
Por João Nassif 01/11/2018 - 23:41

Thiago Ávila *

Eu sei, não é o melhor time para fazer uma postagem sobre o mais novo pentacampeão Lewis Hamilton, mas o que tem de tão marcante o título deste ano?

Com a conquista, Hamilton se torna o segundo piloto, ao lado de Fangio, com mais títulos mundiais de F1, perdendo apenas para Michael Schumacher, com sete. E esse último foi talvez o mais importante de sua carreira até agora, pois pela primeira vez não teve um carro unanimemente superior.

Respondendo a pergunta do título, sim, Hamilton já pode ser considerado um dos melhores de todos os tempos, diria que está entre os cinco maiores. É inegável que Lewis é o melhor piloto da atualidade, há quem diga que é Alonso, mas já discordo pelo fato de o espanhol, em seu auge, ter quase perdido para o britânico em seu ano de estreia, correndo os dois pela McLaren.

Além disso, a carreira do britânico sempre foi de pouca oscilação, sempre brigando pelo topo da tabela - óbvio que houve aquele período de quase desaparecimento na era Vettel-Red Bull, mas que pelo menos sempre beliscava alguma vitória.

A trajetória de Lewis também se equipara ao de Schumacher. Enquanto o alemão iniciou seus primeiros títulos numa Benetton em ascensão, o britânico deu uma largada sensacional na McLaren. Mesmo consolidado em sua equipe, Schumi partiu para a Ferrari, um desafio novo, e demorou para conseguir transformar aquele carro num hegemônico pentacampeonato. Já Lewis foi para a Mercedes em 2013, numa aposta totalmente ousada, já que a equipe mal era quarta força, e o resto da história vocês já conhecem. Coloco Schumacher ainda um pouco acima pelos sete títulos e por não ter tido um hiato de "desaparecimento" como teve Lewis.

Mas e o Senna, será que o britânico pode passar o brasileiro nessa? Não vejo porque. Na verdade, não consigo ver o brasileiro fazendo uma carreira acima de Lewis. Teve seus bons momentos de Toleman e Lotus, mas foi na McLaren, uma equipe extremamente superior - como a Mercedes nos últimos anos - que conquistou seus três títulos. Tudo bem que Senna teve sua trajetória interrompida por conta de um acidente trágico, e ele estava em seu auge. Mas pegando pelo que se tem de registro de Ayrton, o vejo no máximo do mesmo nível do britânico.

Fechando uma lista de cinco, coloco Fangio e Prost, e fico com pena de ter deixado de fora Piquet, Jim Clark e até Fernando Alonso.

Mas voltando a pergunta do primeiro parágrafo: o que essa temporada tem de tão marcante para Lewis? Hamilton em todos esses anos foi muito criticado por ter ganhado títulos sempre em carros superiores, e ainda mais o seu hiato de cinco anos quase sumido colaborava com a desaprovação. Mas agora, correndo com um carro em diversas ocasiões inferior ao da Ferrari, ganhou o campeonato no braço, e óbvio, contou com uma ajudinha dos erros bobos de Vettel.

Em números, Hamilton e Vettel quase se equiparam, mas no mano a mano, não tem como defender Seb, o britânico é o melhor piloto da década e um dos melhores de todos os tempos.

* Thiago Ávila, Estudante de Jornalismo da PUCRS
 

4oito

Deixe seu comentário