Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
* as opiniões expressas neste espaço não representam, necessariamente, a opinião do 4oito

Jornalista e escritor

Almanaque da Bola #189
João Nassif
Por João Nassif 28/01/2019 - 14:05

Aqui no Almanaque da Bola tenho falado bastante sobre seleções, clubes, campeonatos, jogadores, enfim do futebol brasileiro e internacional. Às vezes abordo outros esportes com suas competições e destaques.

Hoje e nos próximos dias vou fazer no Almanaque uma reverencia a um dos ícones do jornalismo esportivo brasileiro. Falo de Mário Filho, pernambucano que fez toda sua carreira no Rio de Janeiro e publicou várias obras sobre o futebol brasileiro tendo em “O negro no futebol brasileiro” sua obra mais impactante.

Mário Filho

Mário Filho é irmão de Nelson Rodrigues outra figura relevante do jornalismo brasileiro que foi durante décadas consumido por milhares de leitores esparramados por todo país.

Neste primeiro Almanaque sobre Mário Filho vou destacar duas ações emblemáticas que até hoje são lembradas, uma foi apoiar a expressão Fla-Flu que abrevia o um dos maiores clássicos do futebol brasileiro entre Flamengo e Fluminense. Outra foi lutar em suas colunas contra o então vereador Carlos Lacerda para que o estádio que abrigou a Copa de 1950 fosse construído no bairro do Maracanã. Carlos Lacerda queria o estádio em Jacarepaguá e Mário conseguiu convencer a opinião pública para que o novo estádio fosse construído no terreno do antigo Derby Clube, no bairro do Maracanã e que este estádio fosse o maior do mundo.

Após seu falecimento em 1966 aos 58 anos o antigo Estádio Municipal do Maracanã ganhou o nome de Estádio Jornalista Mário Filho.

Amanhã mais de Mário Filho e sua importância na popularização do futebol no Rio de Janeiro e no Brasil.    
 

4oito

Deixe seu comentário