Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Jogo dos desesperados

Fuga e retorno em Barueri
João Nassif
Por João Nassif 17/06/2018 - 11:30

Dos três jogos que sábado à noite fecharam a rodada 11 da série B, apenas Oeste e Criciúma trouxeram alguma emoção a quem teve a paciência de assisti-lo. Depois de quatro jogos pela Copa do Mundo acompanhar jogos da série B do brasileiro pode se transformar numa verdadeira tortura.

Dois jogos terminaram em 0x0, Vila Nova contra o Atlético-GO e em Belém Paysandu e CSA. Entre eles o mais movimentado numa luta direta contra o rebaixamento. O Oeste em casa na 16ª posição com 11 pontos e o Criciúma 19º com seus minguados oito pontos. Uma vitória colocaria o Criciúma em 15º e jogaria o time do Roberto Cavalo para a zona do rebaixamento.

E o andamento do placar se transformou num verdadeiro sai e entra no Z-4, começando com o gol do Liel (cobrança de escanteio) que tirou o Criciúma da vice- lanterna e deu esperanças de completa recuperação. O sonho durou apenas 12 minutos com o empate do Oeste que pulou para 16º e deixou o Criciúma com a vice- lanterna.

Veio o segundo tempo e Nino com um gol de oportunismo (cobrança de escanteio) devolveu o Criciúma para fora do Z-4. Novamente não durou muito, pois oito minutos depois e de forma definitiva o Criciúma continua padecendo na penúltima colocação e o Oeste respirou um pouco mais terminando a rodada em 15º com três pontos a mais que o Tigre. 

Além das emoções pelas viradas na classificação o jogo teve vários gols perdidos, bolas na trave, muita correria de dois times que ainda lutarão muito pela sobrevivência.

Falando do Criciúma, que melhore seu repertorio, ficar dependendo apenas da bola parada é pouco para quem tem um nome muito forte a zelar e não pode ficar o tempo todo numa posição clara de rebaixamento. 
 

4oito

Deixe seu comentário