Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Jogo da morte na Ucrânia

Almanaque da Bola #371
João Nassif
Por João Nassif 29/07/2019 - 14:15

O Estádio Zenit em Kiev na Ucrânia, hoje abandonado, ainda tem uma coluna localizada nos arredores do gramado. No alto deste totem, há a estátua de um homem musculoso, nu. O herói chuta uma bola ao mesmo tempo em que pisa em uma águia, símbolo dos nazistas.

Durante os últimos anos o antigo palco de futebol da cidade passou a ser utilizado pela população para a prática de atividades físicas o que não significa uma boa manutenção.

FC Start x Flakelf (de branco)

Mais de setenta anos antes, o Estádio Zenit abrigou aquele que ficou eternizado como o ‘Jogo da Morte’. Durante a invasão da União Soviética pelos nazistas, em plena Segunda Guerra Mundial, o futebol teria sido um dos refúgios da população de Kiev. 

Antigos jogadores do Dynamo e mais alguns do Lokomotiv Kiev, que passaram a trabalhar em uma fábrica de pães, formaram o FC Start. E o time se transformaria em um símbolo, ao enfrentar dentro de campo os militares estrangeiros e representações colaboracionistas ucranianas.

O FC Start venceu todos os dez jogos que disputou, quase sempre por goleada. No mais famoso deles, em 9 de agosto de 1942, aceitou a revanche do Flakelf – composto por membros da brigada antiaérea da Luftwaffe, a força aérea germânica – após o triunfo por 5 a 1 no primeiro confronto. 

Mesmo sob supostas ameaças, a equipe ucraniana derrotou os oponentes por 5 a 3 no reencontro. Sinal maior da humilhação, quando poderia ter feito o sexto gol, com a meta adversária aberta, um dos jogadores locais teria afastado a bola para o meio de campo. Foi a deixa para que o árbitro apitasse o final antes dos 90 minutos.

A partir de então, o FC Start transformou-se em um mito poderoso e a escultura nos arredores do Estádio Zenit serve de monumento ao nacionalismo ucraniano.   
 

4oito

Deixe seu comentário