Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Intruso na festa

Almanaque da Bola #392
João Nassif
Por João Nassif 19/08/2019 - 09:00

O futebol catarinense registra cinco times considerados grandes e que têm se alternado nas participações dos campeonatos brasileiros em suas quatro divisões.

Desde o campeonato estadual de 1971 que foi conquistado pelo América de Joinville somente um time considerado pequeno conseguiu impedir a sequencia de títulos do Criciúma, Avaí, Figueirense, Joinville e Chapecoense. Este time foi o Brusque campeão em 1992.

O campeonato daquele ano foi disputado por 14 equipes que na primeira fase chamada de Taça Governador do Estado foram divididas em duas chaves de sete times em cada uma. 

O primeiro turno da Taça Governador levou o nome de Taça Cidade de Brusque e o Criciúma foi o vencedor derrotando o Araranguá na decisão. 

O segundo turno chamado de Taça Cidade de Lages também foi vencida pelo Criciúma que passou na decisão pelo Joinville.

Na soma dos pontos dos dois turnos ficaram em primeiro Criciúma e Brusque. O Criciúma perdeu em Brusque por 2x0, venceu no Heriberto Hülse por 1x0 e na prorrogação fez 2x0 e foi campeão da Taça Governador do Estado.

Os oito melhores classificados na primeira fase do campeonato disputaram os mata-mata decisivo. Nas quartas de final o Criciúma foi eliminado pelo Avaí, o Brusque eliminou a Chapecoense, o Marcílio Dias passou pelo Araranguá e o Joinville eliminou o Internacional de Lages.

Nas semifinais o Avaí se classificou vencendo o Joinville e o Brusque também foi para a decisão superando o Marcílio Dias.

O primeiro jogo da final foi na Ressacada e o Avaí venceu por 1x0. No segundo disputado no Augusto Bauer deu Brusque por 2x1. Na prorrogação deu Brusque que venceu por 1x0.

O Brusque foi o campeão catarinense de 1992 e levou a Taça Irmãos Figueiró. 
  

4oito

Deixe seu comentário