Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
4
* as opiniões expressas neste espaço não representam, necessariamente, a opinião do 4oito

Insistência no passado

Técnico com rendimento de G-4
João Nassif
Por João Nassif 13/08/2018 - 07:55

Não vejo a mínima necessidade do técnico Mazola Júnior ficar em cada entrevista coletiva lembrando as cinco derrotas do Criciúma no início do campeonato. 

O time foi derrotado nos cinco primeiros jogos desta série B. Ponto.

Quando o técnico foi contratado a lanterna sem qualquer ponto conquistado era realidade, então já sabido por todos e sua missão era evitar o rebaixamento. 

Com muito trabalho e dedicação no exercício do comando, Mazola foi aos poucos usando de forma inteligente o que tinha à disposição e que não era muito e conquistando pontos que na penúltima rodada do primeiro turno tiraram o time da zona da degola. Méritos totais ao treinador.

Por isso ficar lembrando um passado que não lhe pertenceu não é necessário. Talvez Mazola Júnior queira sugerir que se estivesse desde o começo estaria hoje colocado no G-4. Seu rendimento de 53% em 15 jogos é o mesmo do Avaí atual terceiro colocado.

Como pegou um barco à deriva e lhe deu um rumo seguro, ao invés de espetar o passado o mais correto é continuar focado no presente e continuar fazendo este bom trabalho para livrar em definitivo o time do rebaixamento. 

Só lembrando que a distância do Z-4 ainda é muito curta.
 

4oito

Deixe seu comentário