Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
* as opiniões expressas neste espaço não representam, necessariamente, a opinião do 4oito

Início de um tabu

Almanaque da Bola #549
João Nassif
Por João Nassif 23/01/2020 - 09:13

Vocês já sabem que os livros que contam a trajetória de jogos do Metropol estão em meu poder cedidos que foram pelo saudoso Divino Antônio da Silva.

Nestes livros estão registradas todas as fichas técnicas das partidas realizadas pelo time profissional idealizado por Dite Freitas e escritas por um autor não identificado. 

Muitas dessas fichas não trazem a escalação do adversário do Metropol, mas muitas são acompanhadas de comentários sobre os jogos numa visão própria de torcedor que sempre exalta com paixão as vitórias e quase sempre culpa a arbitragem pelos tropeços naturais que o futebol proporciona.

Comerciário dos anos 1960

Hoje vou reproduzir a ficha da primeira partida do Metropol profissional contra seu maior adversário, o Comerciário, mas infelizmente sem a crônica sobre o que foi o jogo vencido pelo time da região Mineira.

O palco do confronto foi o Heriberto Hülse no dia 23 de outubro de 1960 valendo pelo campeonato catarinense com renda de Cr$ 23.000,00.

O árbitro foi Afonso Câmara Ávila auxiliado por Adamastor Martins da Rocha e Abílio Zoile Thomé.

Escalação do Metropol: Dorni, Zezinho, Tenente (Flázio) e Walter; Sabiá e Bolognini; Márcio, Chagas, Almerindo, Pedrinho e Santinho.

Não há registro da escalação do Comerciário.

O Metropol venceu por 2x1 com gols de Pedrinho e Chagas. 

Este foi o primeiro confronto entre as duas equipes começando uma rivalidade que durou até quase o final dos anos 1960, quando encerraram as atividades. 

O Comerciário retornou em 1976 e o Metropol ficou apenas na lembrança de quem pode acompanhar sua trajetória vitoriosa pelos gramados do estado, país e também pelo exterior.

4oito

Deixe seu comentário