Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Hamilton vence, mas ninguém liga

Fórmula 1 e Futebol
João Nassif
Por João Nassif 24/06/2018 - 21:40

Thiago Ávila  *

Em época de Copa do Mundo, qualquer outro evento se esconde, até mesmo a F1. Tudo bem que de uns anos para cá a audiência dos campeonatos de esporte à motor vem despencando, dando lugar ao basquete e ao tênis, por exemplo, mas num período onde o maior evento esportivo acontece, não há final de Libertadores que tire os olhos da Copa.

A opção estratégica da F1 foi esperta. Primeiro porque pegou um domingo com jogos desinteressantes - tirando o da Inglaterra, já que é o país que ainda dá audiência à F1 -, e o horário foi o melhor possível, principalmente para o torcedor inglês, que mal terminou de ver seu time em campo e já pode acompanhar Lewis Hamilton na pista de Paul Ricard.

Pista essa que voltou ao calendário da categoria depois de 28 anos – mesmo tempo em que o Egito não vai para a Copa. E se a Alemanha vem sofrendo para passar da fase de grupos, os alemães da Mercedes lideraram com folga todos os treinos, inclusive formando a primeira fila do grid.

E não há nada melhor que depois de ver sua seleção aplicar uma goleada de 6x1 (quase 7x1) ainda poder assistir ao melhor piloto do mundo vencer uma corrida com folga. Um fim de semana radiante para o torcedor inglês.

Mas falando de corrida, uma prova chata, temperada com uma largada conturbada e duas belíssimas ultrapassagens de Raikkonen (ele mesmo! Quando a pressão bate, o finlandês mostra quem é o cara). E um destaque para Charles Leclerc, que conseguiu fazer o oitavo melhor tempo no sábado com uma Alfa Romeo.

A F1 não tem pausa para a Copa, não. Nos próximos dois fins de semana, duas provas: na Áustria e em Silverstone. E dessa vez não tem jogo desinteressante, já é mata-mata, tendência de queda ainda maior na audiência.

* Estudante de jornalismo da PUCRS
 

4oito

Deixe seu comentário