Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Goleadas em Copas

Almanaque da Bola #327
João Nassif
Por João Nassif 15/06/2019 - 11:29

Não é comum assistirmos em Copas do Mundo resultados extravagantes que se transformam em goleadas. O futebol nos dias atuais está muito equilibrado e a expressão “não tem mais nenhum bobo no mundo”, cabe perfeitamente pelo que estamos vendo. As nações com futebol emergente têm exportado seus principais jogadores que vão adquirindo experiência e aprendendo como jogar contra equipes do primeiro mundo.  

Por isso os resultados são mais apertados com a diferença de qualidade diminuindo a cada dia. Pesquisando as Copas do Mundo, encontrei poucas goleadas ao longo da história, mesmo na época em que a diferença entre as seleções era bem maior. 

O maior resultado, se apontarmos para a diferença de gols aconteceu na Copa de 1982 disputada na Espanha. A Hungria aplicou um contundente 10x1 na seleção de El Salvador, tornando este placar a maior goleada registrada nas 21 edições do torneio. 

Ainda pela diferença de gols a história registra dois 9x0, o primeiro em 1954 da Hungria sobre a Coréia do Sul e da Iugoslávia em cima do Zaire em 1974.

8x0 aconteceu também em três edições do mundial. Em 1938 a Suécia venceu Cuba, 1950 o Uruguai detonou a Bolívia e em 2002 a Alemanha fez o mesmo com a Arábia Saudita.

Com uma diferença de sete gols, as Copas registraram 7x0 em três oportunidades: em 1954, vitória da Turquia sobre a Coréia do Sul, em 1974 da Polônia sobre o Haiti e em 2010 a vitória de Portugal sobre a Coreia do Norte.

O jogo que mais teve gols numa Copa do Mundo foi entre Áustria e Suíça em 1954, com vitória dos austríacos por 7x5. Com 11 gols, também em 1954 a Hungria venceu a Alemanha Ocidental por 8x3.
 

4oito

Deixe seu comentário