Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
4
* as opiniões expressas neste espaço não representam, necessariamente, a opinião do 4oito

Futebol de Criciúma em alerta

João Nassif
Por João Nassif 25/03/2021 - 06:00

Buscando o histórico do início do Criciúma nos campeonatos catarinenses, fiz um recorte da última década e não encontrei nenhum começo parecido com o deste 2021.

Nunca o Criciúma neste recorte, repito nos últimos 10 anos o Criciúma ficou sem vencer nos quatro primeiros jogos do campeonato.

Este começo pode ser resultado da montagem do plantel, sobraram apenas dois jogadores da temporada passada e não se faz um time em pouco tempo. Mas, o Criciúma tem apresentado um futebol pobre, reconhecido pelo próprio Waldeci Rampinell em entrevista ontem no Som Maior Esporte.

O dirigente recomenda prudência e confiança no grupo de jogadores e no técnico Hemerson Maria.
Hoje a parada é contra o Brusque, um dos ponteiros na classificação e pela própria comparação a parada será duríssima. O Brusque virá com um time base de 2020 quando conseguiu o acesso à série B do campeonato brasileiro, contratou reforços pontuais e hoje em Santa Catarina é um dos times a ser batido. O outro é a Chapecoense, único série A do estado.

Ontem o time de Chapecó foi batido em casa pelo Hercílio Luz, que inclusive teve um gol mal anulado, por 1x0. Quem sabe!!!

As opções do Hemerson são poucas, certamente buscará no diálogo pelo curto espaço para treinamentos a melhor formação que encontrar num plantel que ainda inspira pouca confiança.  

Mudando a prosa, o Próspera ontem foi um completo fracasso. Levou em Concórdia a maior goleada do campeonato e o Paulo Baier terá que juntar os cacos para retomar as vitórias que vinham até ontem dando inclusive esperança de classificação.

E atenção, faltam seis rodadas para o final desta fase e o Próspera irá enfrentar os cinco maiores clubes de SC. A gordura é pouca, por isso o esforço será dobrado para alcançar o objetivo de permanecer na série A.


 

4oito

Deixe seu comentário