Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Fascismo campeão do mundo

Almanaque da Bola #256
João Nassif
Por João Nassif 05/04/2019 - 11:59

A Itália chegou a França para a disputa da Copa do Mundo de 1938 defendendo o título conquistado no Mundial anterior e o orgulho fascista que se fortalecia rumo à 2ª Guerra Mundial.

A Itália novamente chocou o mundo por duas atitudes ligadas à política. A primeira, em jogo contra a França, dona da casa, os italianos precisaram usar uma camisa alternativa, pois as duas seleções jogavam de camisetas azuis. Os italianos escolheram uma camisa preta cuja cor representava o regime fascista.

Saudação fascista em Copa do Mundo

A outra, muito mais grave, aconteceu no jogo contra o Brasil. No campo, a Itália venceu o que rendeu comentários lamentáveis dos jornais italianos. Um deles chegou a escrever: “Saudamos o triunfo da inteligência branca italiana sobre a força bruta dos negros”. 

A Itália foi bicampeã mundial, com direito a recorde do treinador italiano Vittorio Pozzo se tornando o primeiro e único técnico bicampeão, mas a Copa do Mundo em 1938 foi lastimável por questões políticas.
 

4oito

Deixe seu comentário