Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Faltam 35 dias para o início da Copa do Mundo na Rússia

João Nassif
Por João Nassif 10/05/2018 - 08:15Atualizado em 13/05/2018 - 08:19

A Argentina pleiteou o direito de sediar o 3º Campeonato Mundial alegando alternância de continentes, mas Jules Rimet que além de presidente da FIFA era presidente da Federação Francesa usou seu prestigio para que a França fosse sede da terceira Copa do Mundo da história. Como represália a Argentina se recusou participar do torneio. O Uruguai e a Bolívia usaram o mesmo argumento, por isso o Brasil foi o único país da América do Sul que foi à França em 1938.

A Europa já vivia o clima da Guerra que estava por vir. Adolf Hitler anexou a Áustria obrigando seus principais jogadores a vestir a camisa da Alemanha, a Espanha estava em plena Guerra Civil, enfim o Mundial foi marcado pela forte tensão internacional que levaria o mundo à Segunda Grande Guerra.

O Brasil se organizou e pela primeira vez foi à Copa do Mundo com sua força máxima. Sob o comando da CBD foram convocados os melhores jogadores do país incluindo Leônidas da Silva, o primeiro gênio do futebol brasileiro num Mundial que foi o artilheiro do torneio com sete gols. Mesmos sem experiência internacional a seleção brasileira não decepcionou chegando na terceira posição. 

Leônidas da Silva

O futebol europeu predominou novamente com 12 seleções participando do Mundial na França, a Áustria que estava classificada desistiu pela intervenção alemã. Brasil, Cuba e Índias Holandesas, hoje Tailândia foram as outras seleções que participaram do torneio.

Na França em 1938 foram disputados 18 jogos e marcados 84 gols, com média de 4,67 gols/jogo.

Na decisão a Itália derrotou a Hungria por 4x2. A Brasil venceu a Suécia também por 4x2 na decisão do terceiro lugar. 
 

4oito

Deixe seu comentário