Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
4
* as opiniões expressas neste espaço não representam, necessariamente, a opinião do 4oito

Faltam 25 dias para o início da Copa do Mundo na Rússia

João Nassif
Por João Nassif 20/05/2018 - 07:14Atualizado em 21/05/2018 - 06:19

O México foi o país que sediou pela primeira vez duas edições da Copa do Mundo. O XIII Campeonato Mundial estava previsto para ser disputado na Colômbia, mas o presidente Belisario Betancur disse “Não” às pretensões da Federação Colombiana após consultar a população e verificar as condições do Tesouro. A economia colombiana em crise não permitiu que o país assumisse o compromisso.

O Brasil através da CBF pretendia o lugar e aí foi a vez do governo Figueiredo dizer “Não”, também alegando problemas econômicos. Surgiram outras possibilidades, Estados Unidos, Canadá, novamente a Alemanha, a Inglaterra e até um trabalho conjunto de Holanda e Bélgica.

Todas essas opções foram vetadas pela FIFA até que surgiu o México. O país havia organizado com sucesso os Jogos Olímpicos de 1968, o Mundial de 1970, o Pan Americano e outros torneios internacionais e com o apoio irrestrito do governo do presidente Miguel de la Madrid foi escolhido pela FIFA que assim cumpria o rodízio de continentes para a disputa do Mundial.

Maradona e a "mão de Deus"

Em setembro de 1985 uma ameaça ao Mundial: terremotos terríveis assolaram o México e ficou a dúvida sobre a realização do torneio. O presidente da FIFA João Havelange visitou o país e verificou que os estádios não foram atingidos, nem os serviços de televisão e hotelaria. O presidente do Comitê Organizador, Guilherme Cañedo anunciou: “México sigue vivo, haremos El Mundial!”.

Neste Mundial, pela primeira vez foi adotado o sistema de repescagem com a classificação para a fase seguinte das seleções colocadas na terceira posição depois de disputada a primeira fase da competição.

O argentino Diego Maradona foi a figura central do Mundial de 1986. No jogo pelas quartas de final contra a Inglaterra que a Argentina venceu por 2x1, Maradona marcou o primeiro gol com a mão e o segundo ao driblar meio time inglês se transformou num dos gols mais espetaculares de toda história das Copas. 

Na decisão do Mundial a Argentina derrotou a Alemanha Ocidental por 3x2 e conquistou a Copa do Mundo pela segunda vez. Na decisão do terceiro lugar a França venceu a Bélgica por 4x2.

Nos 52 jogos realizados na Copa de 1986 foram marcados 132 gols com média de 2,54 gols/jogo. O artilheiro do Mundial foi o inglês Gary Lineker com seis gols.
 

4oito

Deixe seu comentário