Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
CORONAVÍRUS - Saiba mais aqui
* as opiniões expressas neste espaço não representam, necessariamente, a opinião do 4oito

Faltam 111 dias para o início da Copa do Mundo na Rússia

João Nassif
Por João Nassif 23/02/2018 - 08:56Atualizado em 25/02/2018 - 09:06

Atualmente as eliminatórias para as Copas do Mundo apresentam repescagens intercontinentais, com seleções da América do Sul enfrentando as da Oceania, da América Central disputando vaga com seleções da Ásia, enfim confrontos entre as Confederações filiadas à FIFA.

A primeira repescagem intercontinental surgiu por acaso, pois não estava prevista no regulamento que definiriam as seleções que jogariam o Mundial de 1958 na Suécia.

O motivo de sua criação foi a confusa formação do grupo que reuniu seleções da Ásia, África e Oceania. Nenhuma seleção das Américas ou da Europa participaram deste grupo.

A FIFA não aceitou as inscrições da Etiópia e Coréia do Sul. As eliminatórias deveriam ter começado com o jogo entre Indonésia e República da China, atual Taiwan que desistiu.

Na fase seguinte houve mais três desistências: a Austrália incluída num grupo com Indonésia e China (os indonésios avançaram), o Chipre que enfrentaria o Egito e a Turquia que deveria enfrentar Israel, mas desistiu por ter querido fazer parte das eliminatórias europeias, como havia sido para a Copa anterior.

Somente o Sudão cumpriu tabela e eliminou a Síria no seu grupo.

Sobraram Egito, Israel, Indonésia e Sudão. Mais problemas, Egito e Sudão abandonaram as eliminatórias por questões políticas e a Indonésia também desistiu porque queria jogar contra Israel em campo neutro e a FIFA não autorizou.

País de Gales x Israel-1958 (Foto:Trivela)

Por fim, depois de um sorteio realizado entre seleções europeias, Israel enfrentou País de Gales por vaga no Mundial de 1958. Deu País de Gales com duas vitórias por 2x0. País de Gales que foi adversário do Brasil nas quartas de final na Suécia.
 

4oito

Deixe seu comentário