Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
* as opiniões expressas neste espaço não representam, necessariamente, a opinião do 4oito

Decisões dos Mundiais após os 90 minutos

Almanaque da Bola #542
João Nassif
Por João Nassif 16/01/2020 - 09:38

A final de uma Copa do Mundo é decidida em um único jogo e o vencedor é declarado campeão mundial de futebol.

Somente uma vez na história a decisão envolveu quatro seleções que jogaram entre si em turno único e o campeão foi a que somou mais pontos no quadrangular. Aconteceu na IV Copa do Mundo da história disputada no Brasil em 1950.

Brasil, Uruguai, Espanha e Suécia jogaram o quadrangular e na última rodada a seleção brasileira que jogava pelo empate levou a virada do Uruguai que conquistou seu segundo título mundial.

Quando a partida final termina empatada em seu tempo regulamentar é disputada uma prorrogação e por cinco vezes a Copa foi decidida no tempo extra.

Itália campeã mundial em 1934

A primeira foi em 1934 quando a anfitriã Itália derrotou a Tchecoslováquia por 2x1 depois de empate em 1x1 nos 90 minutos. 

A segunda foi em 1966 quando a também anfitriã Inglaterra derrotou a Alemanha Ocidental por 4x2 depois do empate em 2x2 no tempo normal.

A terceira foi na Argentina em 1978 com os donos da casa derrotando a Holanda por 3x1 depois de empatar em 1x1 no tempo regulamentar.

As outras duas decisões na prorrogação não envolveram países que sediaram a Copa. Em 2010 a Espanha derrotou a Holanda por 1x0 no Mundial da África do Sul e em 2014 a Alemanha venceu a Argentina, também por 1x0 no Maracanã. 

Quando a final não se decide na prorrogação apura-se o campeão numa disputa por pênaltis. Duas vezes na história o título ficou pelo vencedor nas penalidades máximas. 

A primeira foi em 1994 com o Brasil conquistando o tetra contra a Itália nos Estados Unidos e a segunda em 2006 na Alemanha com vitória da Itália sobre a França.
 

4oito

Deixe seu comentário