Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Decisões às vésperas do Natal

Almanaque da Bola #430
João Nassif
Por João Nassif 26/09/2019 - 18:11

Com o descompasso que existe entre os calendários brasileiro e europeu, enquanto os clubes brasileiros estão em férias em pleno verão, os europeus jogam suas competições sob um inverno rigoroso, muitas vezes com a neve caindo em várias partidas.

Na última semana do mês de dezembro, por exemplo, na Inglaterra tem jogo praticamente todos os dias numa grande maratona que exigem dos jogadores um preparo físico excepcional. 

Aqui no Brasil a temporada oficial termina na primeira semana de dezembro e com o tempo regulamentar de férias o retorno é no início de janeiro quando os atletas retornam para a pré-temporada.

Internacional x Vasco da Gama na final em 1979

Mas, antigamente não era bem assim. Os campeonatos se estendiam durante vários meses e era normal que algumas temporadas terminassem no ano seguinte. Algumas vezes a decisão do campeonato brasileiro foi disputada às vésperas do Natal.

Quatro títulos brasileiros antes da era dos pontos corridos foram decididos no dia 23 de dezembro.

O primeiro foi em 1972 quando o Palmeiras do técnico Osvaldo Brandão empatou com o Botafogo em 0x0 jogando no Morumbi perante mais de 58 mil torcedores.

A segunda vez de uma decisão na antevéspera do Natal aconteceu em 1979 quando o Internacional do técnico Rubens Minelli derrotou o Vasco da Gama no Beira Rio por 2x1 com público de 55 mil pessoas.

O terceiro título decidido num dia 23 de dezembro foi em 1998 com a vitória do Corinthians do técnico Vanderlei Luxemburgo sobre o Cruzeiro por 2x0 com a presença de 57 mil pessoas no Morumbi.

Finalmente a quarta decisão num dia 23 de dezembro aconteceu em 2001 quando o Atlético Paranaense derrotou o São Caetano no Anacleto Campanella por 1x0. O técnico do Atlético era o Geninho e o publico presente de 20 mil espectadores.
 

4oito

Deixe seu comentário