Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
* as opiniões expressas neste espaço não representam, necessariamente, a opinião do 4oito

Curiosidades dos Mundiais

Almanaque da Bola #385
João Nassif
Por João Nassif 12/08/2019 - 11:42

Nas primeiras Copas do Mundo disputadas nos anos 30 do século passado aconteceram algumas situações no mínimo curiosas que jamais vimos em outras edições do torneio.

Na primeira em 1930, por exemplo, um jogador chamou atenção de todos. O atacante Hector Castro do Uruguai, país anfitrião, não possuía uma das mãos. Em função de seu problema físico e de sua habilidade com a bola nos pés foi chamado de “o divino manco”.

Hector Castro-capitão da seleção uruguaia

Na Copa seguinte realizada na Itália o jogador da seleção italiana Luigi Bertolini entrou em campo com faixas enroladas na cabeça, pois as costuras das bolas da época eram grosseiras e costumavam ferir a pele dos jogadores no momento do cabeceio.

Ainda na Copa de 1934, outro fato curioso. O jogador da seleção suíça, Leopold Kielholz, jogou usando óculos. Mesmo assim marcou três gols naquele mundial.

Na Copa do Mundo de 1938 disputada na França o brasileiro Leônidas da Silva marcou um gol descalço. Foi no jogo contra a Polônia vencido pela seleção brasileira por 6x5 na prorrogação. 
 

4oito

Deixe seu comentário