Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Critérios do ranking

Almanaque da Bola #401
João Nassif
Por João Nassif 28/08/2019 - 13:33

Não é muito fácil e leva algum tempo para que possamos calcular a posição das filiadas no ranking de seleções da FIFA. A entidade tem seus critérios que vou destacar no Almanaque da Bola de hoje, mesmo sem incluir todos os fatores que decidem a posição de cada seleção no ranking.

O ranking leva em consideração os resultados das Seleções Nacionais nos últimos quatro anos com peso percentual de 100%, 50%, 30% e 20%, portanto o percentual vai caindo de ano em ano.

Ranking da FIFA no final de 2018

O fato nº 1 depende da importância do jogo. Jogo amistoso vale 1.0, Eliminatórias para competições continentais ou mundo vale 2.5, Torneios Continentais e Copa das Confederações tem peso 3 e jogos de Copa do Mundo peso 4.

Outro fator é a força do adversário, depende na colocação no ranking e o cálculo é baseado na seguinte fórmula: 200 menos a posição no último ranking divulgado. Exemplo: o vice-líder vale 198, o terceiro colocado 197 e assim por diante.

Existe também o fator força regional, pois as Confederações não têm o mesmo peso. O cálculo é feito levando-se em conta os jogos dos membros de uma Confederação contra outra nas últimas três Copas do Mundo. 

Assim a FIFA para calcular o ranking a seguinte pontuação: UEFA 1.0, CONMEBOL 1.0, CONCACAF 0.88, AFC e CAF 0.86 e OFC 0.85

UEFA- União Europeia de Seleções

CONMEBOL- Confederação Sul-Americana

CONCACAF-Confederação da América do Norte, Central e do Caribe

AFC-Confederação da Ásia

CAF- Confederação da África

OFC-Confederação da Oceania
 

4oito

Deixe seu comentário