Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
* as opiniões expressas neste espaço não representam, necessariamente, a opinião do 4oito

Criciúma derrotado na abertura das quartas de final da Série B 2002

Almanaque da Bola #767
João Nassif
Por João Nassif 28/08/2020 - 09:15Atualizado em 28/08/2020 - 11:36

Debaixo de muita chuva, em Belém o Criciúma começou a definir o acesso e o título da série B de 2002. Como primeiro colocado na fase de classificação, pelo regulamento, enfrentou o Remo, oitavo colocado, treinado por João Francisco que já havia sido campeão estadual pelo próprio Criciúma.

No acanhado Evandro Almeida também conhecido como Baenão, localizado na Travessa Antônio Baena, o Criciúma saiu na frente com o gol do Paulo César, mas tomou a virada e o jogo foi registrado nesta forma na revista “Mais uma estrela”:

Baenão

“O time foi para Belém começar a decisão da vaga para a primeira divisão em 2003. O Remo, que somente na última rodada conseguiu se classificar, estava como franco-atirador e tinha um bom retrospecto em casa. Ao contrário do que se esperava, o jogo foi confirmado para o Baenão, estádio para pouco mais de 10 mil torcedores. A torcida remista é fanática, lotou logo o estádio e fez festa durante todo o jogo.

O Criciúma, emocionalmente preparado, jogou livre de qualquer pressão, dominou o jogo até metade do primeiro tempo e saiu na frente com um gol de falta do Paulo César, uma bola que bateu na trave antes de entrar. Lá pelos 30 minutos caiu a chuva que durou até o segundo tempo e o Criciúma não conseguiu mais impor seu ritmo. O Remo virou o jogo e esteve na iminência de ampliar quando, no final, Cametá teve que cometer uma falta no meio campo que resultou em sua expulsão.

Do jogo ficou o sentimento que o Remo não seria adversário no jogo de volta no Heriberto Hülse”.

Com arbitragem do carioca Edílson Soares da Silva o Criciúma jogou com Fabiano, Paulo César Baier, Cametá, Luciano, Luciano Almeida; Cléber Gaúcho (Edinho), Paulo César, Juca, Dejair (Sandro); Tico (Anderson Lobão), Delmer.

O jogo está registrado na página 12 da revista. 

4oito

Deixe seu comentário