Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
4
* as opiniões expressas neste espaço não representam, necessariamente, a opinião do 4oito

Classificação e receita, alvos de hoje do Criciúma na Copa do Brasil

João Nassif
Por João Nassif 18/03/2021 - 06:00

Desde 2012 0 Criciúma disputa ininterruptamente a Copa do Brasil. Portanto, hoje à tarde no Espírito Santo vai para sua 10ª edição consecutiva.

A CBF mudou em 2017 o regulamento do torneio que em sua primeira fase é disputada em jogo único com o visitante tendo o privilégio do empate. Para se apurar quem visita quem, é usado o Ranking de Clubes da Confederação.

No ano da mudança do regulamento, o Criciúma enfrentou na primeira fase o Santo André em São Paulo e venceu por 1x0. Na segunda fase foi definido por sorteio o local do jogo e o Criciúma jogou em casa contra o Altos-PI, empatou e venceu nos pênaltis. Foi em seguida eliminado pelo Fluminense.

Em 2018 passou pelo São Caetano na primeira fase no interior de São Paulo e foi eliminado na segunda, derrotado pelo Cianorte no Heriberto Hülse.

Em 2019 derrotou o São Raimundo do Pará fora de na primeira fase, derrotou em casa o Oeste na segunda e na sequência foi eliminado pela Chapecoense.

E em 2020 caiu na primeira fase, goleado em São Paulo pelo Santo André por 4x1.

Resumindo nas quatro edições neste novo formato de Copa do Brasil o Criciúma ultrapassou a primeira fase em três oportunidades.

Agora o desafio é o Marília que por força das restrições no Estado de São Paulo não poderá jogar em seu estádio. Mas o visitante é o Criciúma que tem a teórica vantagem de jogar pelo empate.

Houve desgaste das duas equipes que programaram o primeiro jogo em Marília, houve o veto e a CBF marcou para Varginha-MG que também foi vetada pelo governo mineiro e a solução foi Cariacica, cidade da grande Vitória-ES. 

O Marília é o segundo colocado com 07 pontos em três rodadas na A-3 paulista, correspondente a terceira divisão, enquanto o Criciúma, também em três rodadas é o lanterna do campeonato catarinense com apenas um ponto ganho.

Mais do que o aspecto técnico é de vital importância a questão financeira, o Criciúma tem como cota R$ 560 mil pela participação no torneio, se ultrapassar o Marília garantirá mais R$ 675 mil, que convenhamos seria importantíssimo para as receitas do clube.
 
 

4oito

Deixe seu comentário