Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Camisa pesa

VAR em SC
João Nassif
Por João Nassif 04/04/2019 - 06:49

Incrível a mudança em minutos na quarta colocação do campeonato na penúltima rodada do campeonato. O Criciúma com um gol aos 49 do segundo tempo conseguiu a primeira vitória contra um dos grandes do estado e beneficiado pelo empate do Marcílio que em casa vencia o lanterna Hercílio Luz por 2x0, pela primeira vez alcançou a zona de classificação. Time pequeno é time que apenas cumpre tabela numa competição recheadas de outros com muita história e tradição que prevalecem no momento decisivo.

SEM VOLTA 
Depois que alcançou o objetivo buscado desde o início com muitos tropeços e indefinições o Criciúma parte para a última rodada dependendo apenas de si próprio pela primeira vez em todo campeonato. Não resta a menor dúvida que a chegada do Gilson Kleina mudou o astral e mesmo com todas as dificuldades de um plantel mal concebido conseguiu dar confiança e mais buscar resultados que mesmo pelo placar mínimo garantiram os pontos para chegar com a moral alta na rodada final. Nem falo em eventual reviravolta pela incapacidade dos concorrentes, principalmente do Marcílio Dias em definir sua classificação.

VIROU MODA
A instituição VAR estará presente nas semifinais e final do campeonato catarinense. Seguindo a moda do país onde o equipamento entra em vigor depois das competições em andamento, aqui em Santa Catarina não foi diferente. A vídeo arbitragem já implantada em várias Ligas europeias tem em sua essência resolver questões para que não haja prejuízos na definição dos jogos e campeonatos. A questão é que os campeonatos regionais estão em suas retas finais e a presença do VAR não está vem entendida pela imprensa, torcedores e dos próprios árbitros que manipulam o equipamento. Temos visto discussões intermináveis sobre de que modo o VAR tem que interferir nas decisões do árbitro de campo, ou mesmo auxiliá-lo.

POR AQUI
Assim como em outros estados temos visto a aplicação indevida do VAR pela falta de experiencia dos árbitros brasileiros no uso do equipamento, tenho minhas dúvidas se por aqui o sistema irá funcionar. Por mais que hoje a Federação tenha em seu quadro árbitros de campo com bons currículos com o apito na boca, colocá-los na posição de árbitros do árbitro a diferença é enorme. Mas, que sejam competentes e rápidos para que o andamento normal das partidas não seja prejudicado e que apliquem com sabedoria os critérios recomendados pelo protocolo do VAR.

ESTADUAIS MAIS CURTOS
O presidente eleito da CBF, Rogério Caboclo que assumirá oficialmente na próxima terça-feira sinalizou com uma redução do número de datas dos campeonatos estaduais que passariam de 18 para 16 e assim evitaria a superposição dos jogos da seleção brasileira com jogos dos clubes ao longo da temporada. As Federações já sabem do projeto e somente uma, a do Rio de Janeiro é que manifestou ser contrária. Além desta, outras ações ainda sob sigilo deverão ser anunciadas no dia da posse.

04/04 – “ASSASSINATO DE LUTHER KING”
No dia 04 de abril de 1968, Martin Luther King, líder pacifista do movimento negro dos Estados Unidos, é assassinado em Memphis. King realizou em 1963, com 200 mil pessoas, a Marcha para Washington, onde proferiu seu discurso I have a dream. Ganhou, em 1964, com 35 anos, o Prêmio Nobel da paz.
 

4oito

Deixe seu comentário