Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Brincando com coisa séria

CBF massacra os clubes
João Nassif
Por João Nassif 17/08/2018 - 15:40

A CBF está preocupada com os clubes que priorizam as competições de mata-mata e disputam vários jogos do campeonato brasileiro com times reservas. A entidade projeta limitar o número de inscrições em competições nacionais para forçar os clubes usarem força máxima nos campeonatos que promove.

Na contramão desta ideia desfalca vários times que estão em fases finais de torneios, inclusive a Copa do Brasil promovida pela entidade, com convocações para amistosos caça-níqueis contra seleções pequenas que não acrescentam nada numa preparação visando uma Copa do Mundo daqui a quatro anos.

Tão ruim quanto é ver o técnico que mesmo derrotado no último mundial não perdeu a empáfia e continua dando explicações que não convencem ninguém e ainda diz que procurou ser justo convocando apenas um atleta dos times com partidas decisivas.

Uma ova, mesmo desfalcados de apenas um jogador o prejuízo de Cruzeiro, Flamengo e Corinthians será grande, pois são titulares e a reposição não é do mesmo nível.

Os três mais o Palmeiras jogarão as semifinais da Copa do Brasil um dia após a partida contra a maravilhosa seleção de El Salvador. Fosse contra França, Argentina ou Espanha ainda vá lá, mas contra El Salvador, convenhamos.

E pior, justificou a não convocação do Bruno Henrique, volante do Palmeiras alegando querer dar oportunidade a Fred e Andreas Pereira. Dos quatro semifinalistas somente o Palmeiras ficou livre do prejuízo por não ter jogador convocado. Vamos continuar aguentando convocações sem sentido para amistosos ainda mais inexplicáveis. 

Diferente dos caça-niqueis a Europa vai começar na próxima data FIFA sua Liga das Nações com todas as 55 seleções do continente e todas as datas antes reservadas para amistosos serão ocupadas pela Liga. 

Quer dizer, a seleção brasileira somente poderá enfrentar amistosos de bom nível algumas poucas seleções da América do Sul, os demais serão mera fonte de receita para a CBF e danem-se os clubes. Este ano ainda haverá mais quatro datas FIFA embolando o calendário do futebol brasileiro.
 

4oito

Deixe seu comentário