Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Brasileiro fazendo história na Itália

Almanaque da Bola #471
João Nassif
Por João Nassif 06/11/2019 - 09:57Atualizado em 07/11/2019 - 10:00

A Taça dos Campeões Europeus teve sua decima edição na temporada 1964/1965 e pela terceira vez consecutiva um time italiano conquistou o título. A Internazionale de Milão repetindo o Santos se tornou bicampeã derrotando na final o Benfica de Portugal.

Como na Taça dos Campeões o local da partida final é definido com antecedência e coincidentemente havia sido escolhido o Estádio San Siro em Milão, sede do time campeão.

Jair da Costa

O torneio começou com uma fase preliminar que apresentou pela primeira vez um time islandês, o KR Reykjavik que foi fulminado pelo Liverpool da Inglaterra num placar agregado de 11x1. Os ingleses venceram na Islândia por 5x0 e em Liverpool por 6x1. 

A maior goleada num único jogo da fase preliminar foi um 8x3 imposta pelo Lokomotiv Sofia da Bulgária sobre o Malmö da Suécia.

Depois de mais duas fases eliminatórias a Taça do Campeões chegou às semifinais e teve logo um confronto de gigantes. A Internazionale eliminou o Liverpool mesmo perdendo o primeiro jogo na Inglaterra por 3x1. No jogo de volta deu Inter que venceu por 3x0.

A outra semifinal teve o Benfica eliminando o Vasas da Hungria com duas vitórias, 1x0 em Budapest e 4x0 em Lisboa.

Na decisão na casa da Internazionale os italianos venceram os portugueses por 1x0 com gol do brasileiro Jair da Costa. Jair da Costa, ponteiro direito que havia sido bicampeão com a seleção brasileira na Copa do Mundo de 1962 no Chile.

Com o título da Taça dos Campeões da Europa na temporada 1964/1965 a Internazionale novamente se credenciou para a disputa da Taça Intercontinental e assim como havia sido na edição anterior seu adversário foi o Independiente da Argentina, campeão da Libertadores de 1965. 

4oito

Deixe seu comentário