Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
4
* as opiniões expressas neste espaço não representam, necessariamente, a opinião do 4oito

Brasileirão difícil de explicar

João Nassif
Por João Nassif 26/02/2021 - 06:00Atualizado em 26/02/2021 - 07:29

O campeonato brasileiro que terminou nesta quinta-feira ficará na historia como o mais disputado, mas alguns times que poderiam chegar ao título deixaram a impressão que não queriam ser campeões.

O São Paulo em determinado momento sinalizou que venceria depois de muitos anos, chegou a ficar na rodada 27 sete pontos a frente dos segundos colocados, Atlético-MG e Flamengo e a nove do Internacional.

Foi perdendo forças com reflexo na desclassificação na Copa do Brasil e na troca do comando com a demissão do técnico Fernando Diniz. Na rodada 31 foi ultrapassado pelo Internacional e foi gradativamente ficando longe da disputa. Deixou escapar um título que muitos consideravam ganho.

O Internacional assumindo a liderança caminhava forte e consistente para o título. Foi mantendo uma diferença de quatro pontos em relação ao Flamengo até a derrota para o Sport em pleno Beira Rio quando a vantagem despencou para apenas um ponto. 

Até que na penúltima rodada foi ultrapassado pelo time carioca quando perdeu o confronto direto. Chegou na rodada final dois pontos atras, precisando vencer o Corinthians no Beira Rio e torcer para o Flamengo não derrotar o São Paulo no Morumbi.

O Flamengo foi derrotado e o Inter impotente para vencer em casa, assim como aconteceu quando enfrentou o Sport do Recife. Cinco pontos que deixou de ganhar em casa custaram ao Internacional um título que não ganha desde 1979.

E o Flamengo, hem? Veio margeando a liderança durante quase todo o campeonato e somente na penúltima rodada consegui ficar na primeira posição. Não teve capacidade para ganhar um título com as próprias pernas. Perdeu para o São Paulo e ficou alguns minutos na dependência do Corinthians segurar o Inter.

Chegou ao bicampeonato e teve lá seus méritos como qualquer clube vencedor, mas dependeu muito da fragilidade de seus concorrentes na hora da decisão.

Somente o futebol explica tantas alternativas numa competição de 38 rodadas.
 

4oito

Deixe seu comentário