Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Boemia em Buenos Aires

Almanaque da Bola #412
João Nassif
Por João Nassif 08/09/2019 - 21:40

O Campeonato Sul-Americano de 1925, percussor da Copa América foi disputado na Argentina com a participação de apenas três seleções. Os países do norte do continente não participavam dos torneios e com a desistências de Uruguai e Chile, apenas Brasil e Paraguai se juntaram aos anfitriões para a disputa.

Como tinha poucas seleções o torneio foi disputado em turno e returno a partir de novembro daquele ano. O Paraguai foi o saco de pancadas perdendo seus quatro jogos. No primeiro turno a Argentina derrotou o Brasil por 4x1 e a decisão ficou para ser jogada no dia de Natal.

A derrota por 4x1 resultou numa punição disciplinar aos jogadores brasileiros, acusados de boemia em Buenos Aires, pois passaram a noite anterior à partida rodando os cabarés, em meio a muitas bebidas, tango e chicas, conforme confessou anos depois o zagueiro da seleção brasileira Floriano Peixoto. 

Sob o comando e uma vigilância rígida do técnico Ramón Platero o Brasil foi para o jogo final precisando da vitória para forçar uma partida extra.

A seleção brasileira foi para cima dos argentinos e fizeram 2x0 com 30 minutos de jogo. A Argentina diminuiu ainda no primeiro tempo. Um zagueiro argentino deu um pontapé em Friedenreich, o melhor jogador brasileiro que revidou e a pancadaria rolou firme no Estádio Sportivo Barracas em Buenos Aires.

Serenados os ânimos, cinco minutos depois o jogo continuou e no segundo tempo a Argentina empatou confirmando o título do Sul-Americano de 1925.
 

4oito

Deixe seu comentário