Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
CORONAVÍRUS - Saiba mais aqui
* as opiniões expressas neste espaço não representam, necessariamente, a opinião do 4oito

As estrelas do amanhã - PARTE 1

João Nassif
Por João Nassif 02/07/2020 - 23:50

Thiago Ávila *

Este final de semana, além de ser a estreia da Formula 1, temos também o início da tradicional categoria de acesso: a Formula 2, que deve ter transmissão dos canais SporTV. Hoje e amanhã iremos analisar o grid, piloto a piloto, para sabermos quem serão os grandes nomes de 2020 e prováveis nomes da Formula 1 no futuro.

DAMS


A equipe francesa é uma das mais tradicionais da categoria, atual campeã e que revelou três pilotos que hoje correm na F1 – Grosjean, Albon e Latifi.
1 SEAN GELAEL
O piloto indonésio não é uma das promessas do automobilismo, mas nem de longe. Chegou a DAMS do mesmo modo que está na F2 desde 2015: Aporte financeiro. O piloto tem apoio da petrolífera estatal Pertamina e leva seu patrocínio para todas as equipes que disputa. No fim é um piloto terrível, seu melhor resultado são três 15º lugares em 2016, 2017 e 2018.
2 DAN TICKTUM
Para compensar a ruindade do primeiro, temos uma das grandes promessas da nova geração. Ticktum despontou em 2017 com ótimas atuações no GP de Macau e foi contratado pela Red Bull para testes. 2018 seria seu grande ano, se não fosse por uma virada histórica de Mick Schumacher para levar o título da F3 Européia. Um 2019 desastroso levou o inglês a perder seu patrocínio da Red Bull. E agora, aos 21 anos, recebeu sua última chance de mostrar seu potencial e talvez ainda conseguir uma vaga tão sonhada na F1.

UNI-VIRTUOSI


A equipe que estreou ano passado fez muito bonito ao conseguir o vice-campeonato e esse ano deve seguir como uma das grandes.
3 GUANYU ZHOU
O chinês de 21 anos foi uma das grandes revelações da temporada passada da F2, quando conseguiu cinco pódios e foi sétimo colocado em sua temporada de estreia. Para esse ano, com apoio da Renault, Zhou é um dos favoritos ao título.
4 CALLUM ILOTT
O inglês de 21 anos também fez sua estreia ano passado e teve bons resultados, como uma pole e dois pódios, terminando na 11ª colocação. Este ano, com apoio da Ferrari e numa equipe mais forte, Ilott pode se configurar entre as cabeças do campeonato.

ART


Junto com a DAMS, a ART é uma das mais tradicionais equipes da história da F2. Foi ela que revelou os campeões Rosberg, Hamilton e Vettel, fora muitos outros que compõe o grid da F1 hoje.
5 MARCUS ARMSTRONG
O neozelandês protegido da Ferrari é um dos cinco da F2 que disputam uma vaga na Alfa Romeo para o ano que vem. Aos 19 anos, ele fará sua estreia na categoria, mas já chega como um dos favoritos. Ano passado foi vice-campeão da F3 e da Toyota Racing Series.
6 CHRISTIAN LUNDGAARD
O dinamarquês de 18 anos também é um forte nome para ficar de olho. Protegido da Renault, Lundgaard obteve um sexto lugar na F3 no seu ano de estreia em 2019. Numa equipe como a ART, é um nome que pode surpreender.

CARLIN


A equipe britânica é outra tradicional na categoria de acesso à Formula 1, também muito ligada a McLaren. Uma revelação recente foi a de Lando Norris.
7 YUKI TSUNODA
Pertencente a academia júnior da Red Bull e ligado a Honda, a revelação japonesa de 20 anos fez uma temporada razoável na sua estreia na Formula 3 ano passado. Não acredito que terá muitas chances de brigar por título na F2 este ano.
8 JEHAN DERUVALA
Fechando a “Red Bull Júnior” da categoria, temos este indiano de 21 anos, terceiro colocado na F3 ano passado, brigando diretamente com os dois líderes da Prema, Robert Schwartzman e Marcus Armstrong. É um nome para ficar de olho, pode impressionar.

CAMPOS RACING


A equipe de Adrian Campos está a um bom tempo competindo na GP2/F2, com o melhor resultado o título de equipes em 2008.
9 JACK AITKEN
O britânico de 24 anos vai para o seu terceiro ano na categoria, ainda tentando, quem sabe uma futura vaga na Williams, com quem tem vínculo de piloto de testes. Esse deve ser seu ano de definição para ver se tem capacidade de competir numa categoria como a F1.
10 GUILHERME SAMAIA
O primeiro brasileiro do grid, Guilherme é o único que tem um currículo de certa forma desconhecido. O piloto de 23 anos teve uma passagem breve na Euroformula Open ano passado em que conquistou um pódio. Em 2017 foi campeão da F3 Brasil, uma categoria que estava prestes a ir à falência.

CHAROUZ


A equipe tcheca que estreou em 2018 na F2 vem para mais um ano tentando bons resultados na categoria, dessa vez com sobrenomes conhecidos no automobilismo mundial.
11 LOUIS DELÉTRAZ
O suíço de 23 anos, filho do ex-piloto de F1 Jean-Denis Delétraz, vem para o seu quarto ano na categoria ainda buscando sua primeira vitória. Não deve se figurar entre os favoritos, buscar vitórias, quem sabe, mas longe de ser candidato a título.
12 PEDRO PIQUET
Filho do tricampeão Nelson Piquet, o brasileiro de 21 anos chega para a sua estreia na F2 depois de bons resultados na F3 e GP3 nos dois últimos anos. A dupla experiência/promessa deve ajudar a Charouz a obter bons resultados.

*Jornalista


 

Tags: Fórmula 2

4oito

Deixe seu comentário