Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
4
* as opiniões expressas neste espaço não representam, necessariamente, a opinião do 4oito

Almanaque da Bola #030

Primeiro título de um tricampeonato
João Nassif
Por João Nassif 21/08/2018 - 18:20

De hoje até quinta-feira vou contar a história do tricampeonato do Criciúma.

Começo revivendo o primeiro título da série de três conquistado em 1989, quando pela segunda vez o Tigre venceu um campeonato estadual. Antes havia sido campeão em 1986.

Pelos critérios da época o campeonato ocupava praticamente todo primeiro semestre da temporada e era dividido em várias etapas, cada uma valendo Taça como forma de homenagear pessoas e entidades de relevância em Santa Catarina.

Em 1989 a competição foi disputada por 12 clubes em quatro fases antes do quadrangular final que decidiu o título.

A primeira fase foi denominada Taça Governador Pedro Ivo Campos e vencida pelo Marcílio Dias de Itajaí. O Marcílio também conquistou a segunda fase denominada Taça RCE TV. A terceira fase, Taça RBS TV 10 Anos foi conquistada pelo Criciúma. 

Após estas três etapas os 12 clubes foram divididos em três quadrangulares pela contagem geral de pontos. 

Os quatro que mais pontuaram nas três primeiras fases disputaram o Quadrangular Seletivo Principal que valeu a Taça João Hansen Júnior. O Criciúma foi o primeiro colocado, levou a Taça e juntamente com Blumenau e Marcílio Dias se classificou para o quadrangular final. O Figueirense foi eliminado.

Joinville, Avaí, Ferroviário e Chapecoense, os quatro seguintes na classificação geral disputaram o Quadrangular Seletivo de Repescagem. O Joinville ficou em primeiro, enquanto que os demais foram eliminados.

Próspera, Araranguá, Ferroviário e Brusque, os quatro últimos no geral disputaram o Quadrangular Seletivo de Descenso e o Próspera foi rebaixado.

O quadrangular final que decidiu o título teve o Criciúma foi o campeão. O Joinville ficou em segundo, o Marcílio Dias em terceiro e o Blumenau ficou na quarta colocação.

Grizzo foi o artilheiro do Criciúma com 18 gols e só não foi o principal do campeonato porque Nardela do Joinville marcou 19.

Tags: Grizzo Nardela

4oito

Deixe seu comentário