Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
* as opiniões expressas neste espaço não representam, necessariamente, a opinião do 4oito

A guerra e o calendário

Almanaque da Bola #399
João Nassif
Por João Nassif 25/08/2019 - 09:00

A Segunda Guerra Mundial alterou totalmente o calendário do mundo esportivo. 

Não houvesse o conflito, os Jogos Olímpicos de 1940 seriam realizados em Tóquio o que somente ocorreu em 1964. O Campeonato Mundial de Futebol de 1942 seria realizado na Alemanha. 

A guerra interrompeu toda programação e os alemães sediaram o evento somente 32 anos depois. No Congresso da FIFA em Tóquio, em 1964, foi decidido que o México em 1970 e a Alemanha em 1974 seriam sedes do Mundial. 

Coincidentemente o México organizou os Jogos Olímpicos de 1968 e a Alemanha os de 1972. Pelos acontecimentos de Munique, com o assassinato de judeus por comandos palestinos, o Mundial de 1974 foi marcado por uma segurança sem precedentes, com cães de guarda, policiais fortemente armados e concentrações que eram verdadeiras prisões. 

Felizmente não ocorreu nenhum incidente, mas o espetáculo esportivo perdeu um pouco de seu brilho. 

Como o Troféu Jules Rimet foi conquistado em definitivo pelo Brasil, por ter vencido três campeonatos, em 1974 a FIFA instituiu nova Copa para premiar os futuros campeões mundiais. 

Depois de examinar 53 projetos, a entidade decidiu pelo trabalho de um escultor italiano, Sílvio Gazzaniga. O troféu, uma estatueta em ouro maciço, com 37 centímetros de altura, confeccionada em Milão e que custa 100 mil francos suíços. 

A FIFA decidiu que não haverá um ganhador definitivo do novo troféu que ficará em poder transitório dos vencedores por quatro anos, depois recebendo uma réplica um pouco menor.
 

4oito

Deixe seu comentário