Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
CORONAVÍRUS - Saiba mais aqui
* as opiniões expressas neste espaço não representam, necessariamente, a opinião do 4oito

A Fórmula 1 está de volta

João Nassif
Por João Nassif 06/07/2020 - 12:30

Thiago Ávila *

Até que enfim a maior categoria do automobilismo retornou às atividades, para a sua estreia no GP da Áustria. Uma novidade, já que geralmente a temporada começa na Austrália (uma pequena confusão de nomes). Mas isso tudo só aconteceu, claro, por conta da Covid-19, que adiou todo o calendário. Nesse domingo enfim começou. E começou muito bem!

Como eu havia falado no meu último texto sobre Formula 1, uma temporada inteira na Europa é um sinal que poderemos ter um campeonato inteiro disputado.

Valtteri Bottas no pódium da Áustria

Fazia mais de quatro meses que os carros não iam à pista, e pareciam estar meio enferrujados, porque dos 20 pilotos que começaram, apenas 11 terminaram, e nenhum foi por lambança do piloto. O único que bobeou foi Sebastian Vettel, que jogou fora uma possível disputa por pódio, por se afobar na tentativa de ultrapassagem para cima de Sainz.

No mais, Verstappen e Magnussen teve problema elétrico; Ricciardo, Stroll, Grosjean e Russell com problemas no motor; Albon se envolveu com um acidente com Hamilton; Kvyat estourou o pneu; e a roda de Raikkonen simplesmente ESCAPOU DO CARRO!

Voltando ao acidente de Albon e Hamilton, uma sensação de déjà vu. Praticamente igual ao que aconteceu em Interlagos ano passado. O tailandês era mais rápido, ultrapassou o inglês por fora, que não deixou espaço na curva e o piloto da Red Bull rodou. O hexacampeão tomou cinco segundos de punição por isso e caiu para quarto, abrindo passagem para Charles Leclerc e Lando Norris irem ao pódio.

O piloto da Ferrari e da McLaren fizeram uma excelente corrida em carros meramente medianos. O inglês, em especial, nas duas últimas voltas conseguiu uma ultrapassagem para cima de Pérez, que o quase lançou para fora da pista, e na última fez a melhor volta, necessária para ganhar a posição de Hamilton e um ponto extra. O piloto de 20 anos, o mais novo do grid, conseguiu seu primeiro pódio na categoria.

por fim, temos ele, o nome mais brilhante do fim de semana, o imbatível: Valtteri Bottas! O finlandês despachou Hamilton no sábado e ainda manteve tranquilamente a liderança do início ao fim. Para deixar quem acredita que ele é apenas o ‘escudeiro de Hamilton’ com um pé atrás.
Semana que vem a Formula 1 retorna ao circuito de Spielberg, dessa vez para o GP da Estíria.

* Jornalista
 

4oito

Deixe seu comentário